Negócios

B2W reduz prejuízo em 64%, para R$ 36,8 milhões

Companhia registra aumento de mais de 50% em vendas realizadas no período

Companhia reduz prejuízo em meio à pandemia (./Divulgação)

Companhia reduz prejuízo em meio à pandemia (./Divulgação)

KS

Karina Souza

Publicado em 29 de outubro de 2020 às 20h56.

B2Wempresa de comércio eletrônico que reúne lojas como Americanas,com, Submarino e Shoptime, reduziu prejuízo em meio à pandemia. O montante foi de 36,8 milhões de reais no terceiro trimestre deste ano, queda de 64% na comparação ano a ano. O resultado é mais otimista do que o consenso da Bloomberg, que apontava perda de R$ 47 milhões no período. Aproveitar as melhores oportunidades na bolsa exige conhecimento. Venha aprender com quem conhece na EXAME Research

A receita líquida da companhia ficou em 2,66 bilhões de reais no trimestre, avanço de 58% frente ao período anterior e acima do consenso de 2,50 bilhões de reais.

No trimestre, o EBITDA Ajustado atingiu R$ 252,3 milhões, crescimento de 65,7% comparado com os R$ 152,3 milhões registrados no 3T19. A margem EBITDA Ajustada saiu de 9,1% no 3T19 para 9,5% no 3T20, um aumento de 0,4 p.p.

Crescimento acelerado em categorias impulsionadas pela pandemia

A companhia também registrou aumento de 12% em seu sortimento, com 336 mil itens. Destaca-se o crescimento acelerado em produtos como brinquedos, eletroportáteis, livros e utilidades domésticas.

Analisando somente o marketplace, o crescimento foi de mais de 200% em relação ao mesmo período do ano passado, com mais de 56 milhões de itens. Os destaques em crescimento ficam com Esporte e Lazer, Games, Mercado e Móveis.

Acompanhe tudo sobre:AmericanasB2WBalanços

Mais de Negócios

Após cair 10% em maio, PMEs gaúchas voltam a crescer em junho e começam a se recuperar da enchente

Na febre das corridas de ruas, ele faz R$ 4,5 milhões com corridas em shoppings e até em aeroportos

Metodologia: como o ranking Negócios em Expansão classifica as empresas vencedoras

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Mais na Exame