Visita a Yasukuni prejudica cooperação com Japão, diz Seul

Visita do primeiro-ministro japonês a santuário símbolo do imperialismo japonês deteriorará as relações militares entre Seul e Tóquio, afirma porta-voz

Seul - A polêmica visita do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, ao santuário de Yasukuni, símbolo do imperialismo japonês, deteriorará as relações militares entre Seul e Tóquio, disse nesta sexta-feira à agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

"Sem dúvida, prejudicará a cooperação militar entre ambos os países", disse o porta-voz em referência à visita realizada ontem por Abe. Yasukuni é considerado na Coreia do Sul um símbolo do colonialismo e da opressão exercidos pelo império japonês no início do século XX.

Seul e Tóquio colaboraram recentemente em algumas manobras de defesa na região e no ano passado negociaram a assinatura de um acordo de troca de inteligência, que no final não aconteceu pela pressão social anti-japonesa na Coreia do Sul.

A ação do chefe de governo japonês causou uma grande reação em Seul, onde cerca de cem pessoas se concentraram hoje para protestar em frente à embaixada do Japão com cartazes que pediam, entre outras coisas, boicote aos produtos japoneses.

A imprensa sul-coreana considerou que a visita de Abe a Yasukuni será um obstáculo para as relações diplomáticas entre ambos os países e poderia inclusive provocar o cancelamento de próximos encontros bilaterais.

Ontem, Seul classificou oficialmente como "lamentável" e "anacrônica" a visita realizada horas antes pelo presidente japonês a Yasukuni, onde se rende homenagem aos milhões de mortos do exército imperial entre 1853 e 1945, entre eles 14 notórios criminosos da Segunda Guerra Mundial.

A Coreia do Sul e o Japão mantêm diversas disputas, entre elas a das ilhas Dokdo/Takeshima, controladas de fato por Seul e reivindicadas por Tóquio, e das mulheres coreanas que foram recrutadas como escravas sexuais pelo Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.