Vendas no varejo dos EUA ficam estáveis em agosto

As vendas foram de US$ 389,50 bilhões registradas em julho, em bases ajustadas

Washington - As vendas no varejo dos Estados Unidos ficaram estáveis em agosto em comparação com as vendas de US$ 389,50 bilhões registradas em julho, em bases ajustadas, informou hoje o Departamento do Comércio do país. O resultado contraria a expectativa de economistas, que haviam projetado uma alta de 0,3% das vendas. Os números expressam ainda uma possível preocupação dos americanos com o nível de desemprego, que continua alto, e com a recuperação econômica ainda lenta no país.

O relatório mostrou que as vendas de automóveis e peças recuaram 0,3% em agosto. Excluindo automóveis, as vendas no varejo subiram 0,1%. As vendas de roupas, móveis, restaurantes e lojas de departamento também recuaram. As vendas de eletrônicos, aparelhos eletrodomésticos, artigos esportivos, gêneros alimentícios, materiais de construção, e varejistas sem loja, que incluem as vendas online, registraram aumento no mês passado.

O Departamento do Comércio também informou que a alta das vendas no varejo em julho foi revisada para 0,3%, em relação ao ganho de 0,5% originalmente reportado. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.