A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Vaticano retira representante na República Dominicana

Embaixador no país foi afastado do cargo após denúncias de pedofilia pela mídia local

Cidade do Vaticano - O Vaticano convocou seu embaixador na República Dominicana e o afastou de suas funções enquanto durar uma investigação, depois que a mídia local acusou o representante da Igreja Católica naquele país de pedofilia, disse um porta-voz nesta quarta-feira.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse à Reuters que a Santa Sé iniciou uma investigação sobre o arcebispo Josef Wesolowski, núncio (embaixador) em Santo Domingo por quase seis anos.

"Ele foi chamado de volta. Ele foi dispensado de suas funções e a Santa Sé começou uma investigação", disse Lombardi ao ser questionado sobre alegações contra Wesolowski divulgadas pela mídia local.

Lombardi afirmou que Wesolowski foi chamado "nas últimas semanas" especialmente sobre as acusações de pedofilia.

Wesolowski não foi encontrado para comentar seu afastamento.

Semanas depois de sua eleição, em março, como o primeiro papa não-europeu em 1.300 anos, Francisco afirmou que queria que a Igreja Católica agisse "firmemente" para acabar com o abuso sexual de crianças por padres e garantir que os perpetradores sejam punidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também