Turquia terá eleições antecipadas para dia 1º de novembro

O presidente adiantou que se vai reunir com o presidente do Parlamento do país na próxima segunda-feira (24)

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse hoje (21) que a Turquia passará por eleições legislativas no dia 1º de novembro, após o fracasso das negociações para formar um governo de coalizão.

“Se Deus quiser, a Turquia vai voltar a votar por meio de novas eleições legislativas no dia 1º de novembro”, disse Erdogan a jornalistas.

O presidente adiantou que se vai reunir com o presidente do Parlamento do país na próxima segunda-feira (24) para tratar das disposições necessárias.

Na última terça-feira (18), o primeiro-ministro indicado, Ahmet Davutoglu, devolveu formalmente ao presidente o mandato para negociar a formação de um governo de coalizão com a oposição, na sequência das eleições de 7 de junho.

No pleito, o Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), liderado por Erdogan e no poder desde 2002, perdeu pela primeira vez a maioria absoluta de votos.

Davutoglu negociou a formação de um governo com o Partido Republicano do Povo (CHP), segundo mais votado, e com o Partido do Movimento Nacionalista, terceiro mais votado, mas não conseguiu chegar a acordo com nenhum deles.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.