Mundo

Sobe para 125 número de mortos por erupção na Guatemala

No dia 3 de junho, o Vulcão de Fogo registrou uma das erupções mais fortes da sua história deixando 300 desaparecidos e quase 2 mi de pessoas afetadas

Guatemala: hoje, 19, foram identificadas quatro novas vítimas da erupção (Carlos Jasso/Reuters)

Guatemala: hoje, 19, foram identificadas quatro novas vítimas da erupção (Carlos Jasso/Reuters)

E

EFE

Publicado em 19 de julho de 2018 às 19h55.

Cidade da Guatemala - O porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres da Guatemala, David De León, afirmou nesta quinta-feira que o número de mortes causadas pela erupção do Vulcão de Fogo no último dia 3 de junho subiu para 125, depois da identificação de quatro novas vítimas.

O Instituto Nacional de Ciência Legista informou hoje da identificação de mais quatro vítimas da erupção do Vulcão de Fogo, e por isso se elevou a 125 o número de mortos, enquanto o de desaparecidos é de 297.

Apenas três das quatro vítimas identificadas estavam nessa lista de desaparecidos.

No último dia 3 de junho, o Vulcão de Fogo registrou uma das erupções mais fortes da sua história deixando mais de 120 mortos, 300 desaparecidos e quase 2 milhões de pessoas afetadas, além de numerosos danos materiais.

Acompanhe tudo sobre:GuatemalaMortesVulcões

Mais de Mundo

Eleições EUA: Biden diz que consideraria desistir de eleição se 'alguma condição médica' o obrigasse

Charles III anuncia agenda trabalhista que prioriza infraestrutura e energia limpa

Ex-assessor de Trump deixa a prisão e segue direto para convenção do Partido Republicano

1ª cápsula de suicídio assistido pode ser usada neste ano, na Suíça; saiba mais sobre o processo

Mais na Exame