Secretário-geral da Otan reafirma apoio à entrada de Suécia e Finlândia

Stoltenberg reafirmou que "apoia fortemente" o pedido de Suécia e Finlândia para fazer parte da aliança e disse que a Otan trabalha para avançar no tema
Jens Stoltenberg, chefe da Otan, apoia o ingresso dos 2 países. (Bogdan Danescu/Reuters)
Jens Stoltenberg, chefe da Otan, apoia o ingresso dos 2 países. (Bogdan Danescu/Reuters)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 27/06/2022 às 13:22.

Última atualização em 27/06/2022 às 13:41.

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jen Stoltenberg, realizou pronunciamento nesta segunda-feira, 27, na sede da entidade, ao lado da primeira-ministra da Suécia, Magdalena Andersson. Em sua fala, Stoltenberg reafirmou que "apoia fortemente" o pedido de Suécia e Finlândia para fazer parte da aliança e disse que a Otan trabalha para avançar no tema.

Stoltenberg qualificou as questões da Turquia sobre os dois países como "legítimas" e disse que elas devem ser respondidas. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, tem resistido a concordar com a entrada dos dois países na Otan, sob o argumento de que eles apoiam "terroristas", em referência a integrantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que para a Turquia é uma organização terrorista.

Magdalena Andersson destacou o fato de que a candidatura da Suécia já recebeu o apoio de vários membros da Otan. Segundo ela a Suécia pretende resolver as questões da Turquia, a fim de avançar no processo para entrada na aliança. A premiê informou ter tido uma conversa recente "produtiva" com Erdogan sobre o assunto.