Rebeldes xiitas houthis anunciam tomada do poder no Iêmen

Declaração lida por uma pessoa não identificada afirma que trata-se de "uma nova era que levará o Iêmen para litorais seguros"

Sanaa - Rebeldes xiitas do Iêmen anunciaram nesta sexta-feira que tomaram o poder no país e dissolveram o Parlamento.

A medida também pode aprofundar os distúrbios no país e levá-lo a um conflito sectário entre os houthis de um lado e grupos do sul, que querem a divisão do Iêmen, de outro.

Em anúncio feito pela televisão, a partir do Palácio Republicano, na capital Sanaa, os rebeldes houthis anunciaram a formação de um conselho presidencial formado por cinco integrantes que vai substituir o presidente Abed Rabbo Mansour Hadi por um período interino de dois anos.

Os houthis também disseram que um "Comitê Revolucionário" ficará encarregado de formar um novo Parlamento com 551 membros.

O comitê é o braço de segurança e inteligência do grupo rebelde, liderado por Ali al-Houthi, parente do líder rebelde, Abdel-Malek al-Houthi.

A declaração, lida por uma pessoa não identificada, afirma que trata-se de "uma nova era que levará o Iêmen para litorais seguros".

Nada foi dito sobre novas eleições ou a respeito do destino de Hadi.

Fonte: Associated Press.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.