Presidente argentino realiza exames após mal-estar no G-20

Na terça-feira, o presidente apresentou um quadro de gastrite que o obrigou a se ausentar de parte da cúpula dos líderes do G20, da qual participava em Bali
O presidente argentino Alberto Fernández discursa na Assembleia Geral da ONU, em sua sede em Nova York, em 20 de setembro de 2022. (AFP/AFP)
O presidente argentino Alberto Fernández discursa na Assembleia Geral da ONU, em sua sede em Nova York, em 20 de setembro de 2022. (AFP/AFP)
A
AFPPublicado em 19/11/2022 às 15:31.

O presidente argentino Alberto Fernández foi submetido a uma endoscopia neste sábado (19) em Buenos Aires, após uma gastrite erosiva que sofreu esta semana durante a cúpula do G-20 em Bali.

Fernández "realizou exames endoscópicos na ocasião e não foram encontradas lesões com sangramento ativo", informou a Unidade Médica Presidencial em um comunicado.

"É indicado repouso e retomada gradual das atividades laborais", acrescenta o texto assinado pelo médico Federico Saavedra.

Na terça-feira, o presidente apresentou um quadro de gastrite que o obrigou a se ausentar de parte da cúpula dos líderes do G20, da qual participava em Bali.

O presidente sofreu um episódio de hipotensão e tontura que, após avaliação da equipe médica, foi diagnosticado como "gastrite erosiva com sinais de sangramento".

Depois de se recuperar, Fernández se reuniu com o presidente chinês, Xi Jinping, e com a diretora do FMI, Kristalina Georgieva, antes de retornar à Argentina.