Pesquisa: 61% dos britânicos apoiam conflito nas Malvinas

A pesquisa foi realizada duas semanas antes do 30º aniversário da Guerra das Malvinas que opôs Argentina e Reino Unido pela soberania do território

Londres - Uma enquete publicada nesta terça-feira no site do jornal 'The Guardian', aponta que 61% dos britânicos acreditam que as Ilhas Malvinas devem ser protegidas 'a todo o custo', enquanto apenas 32% são a favor da negociação com a Argentina.

A pesquisa foi realizada duas semanas antes do 30º aniversário da Guerra das Malvinas que opôs Argentina e Reino Unido pela soberania do território.

As tensões entre Londres e Buenos Aires pela posse das ilhas localizadas no Atlântico Sul chegaram a níveis críticos nos últimos meses, após a missão do príncipe William no arquipélago.

O governo argentino acusou os britânicos de 'imperialistas' e de militarizar a região. Houve bloqueio nos portos argentinos às embarcações com bandeira de Malvinas, que é comandada pelos britânicos desde 1833.

A enquete divulgada nesta terça-feira revela que o desejo sobre soberania britânica nas ilhas é majoritário em todas as classes sociais e regiões do Reino Unido, com exceção do País de Gales.

Entre as mulheres, 56% apóiam a defesa a qualquer preço, contra 35% que desejam a negociação. Entre os homens, a rejeição ao diálogo com a Argentina é maior, com diferença de 66% contra 29%.

Entre os eleitores conservadores está o maior entusiasmo em defender os resultados da vitória militar da ex-primeira-ministra Margaret Thatcher, que declarou guerra à Argentina no dia 2 de abril de 1982 depois que os argentinos invadirem as ilhas: 78% apostam em proteger as Malvinas a qualquer preço, enquanto apenas 2 % estariam a favor da negociação.

Entre os jovens de 18 a 24 anos está a menor vontade de um conflito com os argentinos, com 49% dos entrevistados se dizendo a favor da negociação, contra 39% de rejeição a essa estratégia. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.