Ônibus cai na Bolívia e deixa ao menos 13 mortos e 10 feridos

O ônibus da empresa internacional Trans Lujan caiu em um barranco de 200 metros, em uma manobra para evitar colidir com um caminhão

La Paz – Pelo menos 13 pessoas morreram e outras dez ficaram feridas na queda de um ônibus que saiu do Chile e que ia para à Bolívia, informou o comandante da Polícia de Cochabamba, Efraín Urquidi, à agência estatal “ABI”.

O acidente aconteceu ontem à noite, no quilômetro 60 da estrada de Oruro, na região andina da Bolívia.

Conforme investigações preliminares, o ônibus da empresa internacional Trans Lujan caiu em um barranco de 200 metros, em uma manobra para evitar colidir com um caminhão que invadiu a pista contrária.

Inicialmente, foram contabilizadas 11 vítimas, “mas depois uma pessoa morreu em um hospital e outra mais tarde, cujo corpo foi tirado das ferragens”, disse Urquidi.

Os mortos são sete mulheres e seis homens. Os feridos foram levados a um hospital no município de Vinto, na Bolívia.

O ônibus partiu da cidade de Iquique, no litoral norte do Chile, e tinha Cochabamba como destino, um trajeto de 690km, geralmente feito em pouco mais de 10h.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.