A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Oitenta mil se manifestam na França contra passaporte sanitário

A vacinação obrigatória contra a Covid-19 entrou em vigor para 2,7 milhões de profissionais da saúde, bombeiros, motoristas de ambulância e cuidadores

Cerca de 80.000 manifestantes, incluindo mais de 6.000 em Paris, mobilizaram-se na França contra o passaporte sanitário pelo 10º sábado consecutivo, de acordo com o Ministério do Interior.

No sábado passado, eles foram 121 mil, e 237 mil em 7 de agosto. Havia muitos funcionários dos serviços de saúde, obrigados desde quarta-feira a se vacinar para poderem trabalhar. Alguns preferiram pedir demissão e outros 3.000, segundo o Ministério da Saúde, foram suspensos.

A vacinação obrigatória contra a Covid-19 entrou em vigor para 2,7 milhões de profissionais da saúde, bombeiros, motoristas de ambulância e cuidadores. “Não somos cobaias", reclamou uma assistente médica de 37 anos, que não quis dizer seu nome. “Não me vacinei e pedi demissão", contou, durante a manifestação em Paris.

A França, de 67 milhões de habitantes, ultrapassou 50 milhões de pessoas que receberam ao menos uma dose de vacina.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também