OEA aprova apoio dos militares da Venezuela a Guaidó

O líder da oposição, Juan Guaidó, afirmou nesta terça-feira que conta com o apoio de um grupo de militares e pediu apoio da população

Washington — O secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, disse nesta terça-feira que aprova o apoio dos militares da Venezuela ao presidente do Parlamento deste país, Juan Guaidó, e um processo pacífico de transição.

Almagro reagiu assim ao anúncio do "fim definitivo da usurpação" do governo de Nicolás Maduro feito por Guaidó, que garantiu que os militares decidiram se unir a ele para restaurar a democracia na Venezuela.

"Parabenizamos o apoio dos militares à Constituição e ao presidente interino da Venezuela. É necessário o mais pleno apoio ao processo de transição democrática de forma pacífica", afirmou Almagro no Twitter.

Guaidó, que se autoproclamou presidente interino do país, publicou no Twitter um vídeo ao lado de vários militares na Base Aérea de La Carlota, no qual afirmou que irá "recuperar a democracia e a liberdade na Venezuela". Na gravação, ele fez um apelo aos cidadãos para que apoiem o movimento.

"Contamos com o povo da Venezuela hoje. As Forças Armadas estão claramente do nosso lado", declarou.

De acordo com testemunhas, soldados leais a Maduro estão lançando bombas de gás lacrimogêneo contra Guaidó e os militares que o acompanham.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.