Morre o candidato a presidente do Paraguai Lino Oviedo

Oviedo, 69 anos, era o candidato da Unace para a eleição de 21 de abril

O candidato à presidência do Paraguai Lino César Oviedo faleceu em um acidente de helicóptero depois de participar em um comício na noite de sábado na cidade de Concepción, 500 km ao norte de Assunção, confirmou uma fonte próxima da família à AFP.

O corpo de Oviedo, o de seu segurança e o do piloto do helicóptero foram encontrados neste domingo carbonizados nas proximidades da aeronave, que caiu no departamento de Presidente Hayes, norte do país, durante a viagem de volta a Assunção.

"O corpo será velado na sede do partido União Nacional de Cidadãos Éticos" (Unace), afirmou à AFP Víctor Galeano, amigo da família.

Oviedo, 69 anos, era o candidato da Unace para a eleição de 21 de abril.

Ex-comandante do exército, de origem camponesa, Oviedo foi o homem que intimou pessoalmente a rendição do ex-ditador Alfredo Stroessner em 1989 e provocou a queda do regime de 35 anos.

Em 1996, o então presidente Juan Carlos Wasmosy (1993/98) o acusou de tentativa de golpe e uma corte marcial o condenou a 10 anos de prisão. Oviedo passou a alterar sua vida entre a prisão, o exílio e o poder.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.