Mandela promoveu a dignidade humana, diz papa Francisco

O papa Francisco destacou o compromisso de Nelson Mandela, que faleceu ontem aos 95 anos, na promoção da dignidade humana

Cidade do Vaticano - O papa Francisco destacou nesta sexta-feira o compromisso de Nelson Mandela, que faleceu ontem aos 95 anos, "na promoção da dignidade humana de todos os cidadãos do mundo", em um telegrama enviado ao presidente da África do Sul, Jacob Zuma.

Na mensagem, o papa ressaltou como Mandela soube construir uma nova África do Sul "sobre as bases firmes da não violência e da reconciliação e a verdade".

O pontífice expressou no texto sua tristeza ao ser informado da morte do ex-presidente sul-africano, e manifestou seu pesar à família de Mandela, ao governo e a todo o povo da África do Sul.

O papa mostrou sua esperança de que o exemplo de Mandela "inspire as gerações de sul-africanos a pôr a justiça e o bem comum acima de suas aspirações políticas".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.