A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Mais de 3.500 pessoas deixam Aleppo com retomada de evacuação

As operações foram possíveis graças ao acordo fechado entre Turquia, aliada dos rebeldes, e Irã e Rússia, que apoiam o governo sírio

Beirute - A evacuação das pessoas assediadas no leste da cidade síria de Aleppo, no norte da Síria, foi retomada nesta segunda-feira, de onde já saíram nas últimas horas cerca de 3.500 pessoas, enquanto se realiza uma operação similar nos povoados de maioria xiita de Fua e Kefraya.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, desde a madrugada passada 65 ônibus com doentes, feridos, civis e combatentes opositores partiram dos distritos sitiados da metade oriental de Aleppo em direção à área de Al Rashidin, a oeste da cidade.

Enquanto isso, cerca de 500 pessoas chegaram a bordo de dezenas de ônibus a zonas sob o controle das autoridades sírias em Aleppo procedentes de Fua e Kefraya, na vizinha província de Idlib e rodeadas pela Frente da Conquista do Levante e por outras facções.

Estas operações de evacuação foram possíveis graças ao acordo fechado entre Turquia, aliada dos rebeldes, Irã e Rússia, que apoiam o governo de Damasco, informou o Observatório.

A evacuação em Aleppo começou na quinta-feira, mas foi suspensa na sexta-feira no meio das acusações entre as partes.

Há dois dias, foi feito um novo pacto que incluía a evacuação de pessoas de Fua e Kefraya, em troca do reatamento do processo em Aleppo; uma reivindicação que desde o começo o Irã tinha feito.

Ontem ia ser retomada a operação, mas voltou a ser paralisada após a queima de ônibus que iam evacuar pessoas de Fua e Kefraya por parte da facção radical Jund al Aqsa, vinculada à Frente da Conquista do Levante, segundo acusações de um motorista dos veículos.

Até o momento em que a evacuação foi suspensa na sexta-feira, cerca de 8.500 pessoas tinham abandonado a região assediada do leste de Aleppo, de acordo com dados do Observatório.

Um médico que permanecia nessa área afirmou à Efe há dois dias que ainda permaneciam cerca de 50 mil pessoas nos quatro bairros que estão cercados pelo Exército sírio e onde há presença insurgente.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também