Lavrov diz que caso do ex-espião russo seria do interesse de Londres

O ministro russo afirmou que caso de envenenamento do ex-espião russo foi usado pelo Reino Unido como uma distração para os problemas com o Brexit

O ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, sugeriu nesta segunda-feira que o envenenamento do ex-espião Serguei Skripal poderia beneficiar o governo britânico, como uma distração dos problemas a respeito do Brexit.

"Isto pode ser do interesse do governo britânico, que estava em uma situação incômoda dada sua incapacidade para cumprir as promessas a seu eleitorado sobre as condições do Brexit", disse Lavrov.

"Também poderia interessar os serviços especiais britânicos, que são conhecidos por sua capacidade de atuar com permissão para matar", completou.

A Rússia não tinha nenhum interesse em envenenar um ex-espião na véspera da eleição presidencial e a poucos meses da Copa do Mundo, que será organizada em seu território, disse Lavrov.

O chanceler russo criticou a decisão dos países ocidentais de expulsar diplomatas russos, o que provocou uma resposta simétrica da Rússia.

"Quando não existem provas, se vingam com os diplomatas", disse Lavrov.

O ministro russo também acusou Reino Unidos, Estados Unidos e seus aliados de "perda da decência" por recorrerem a "mentiras e à desinformação pura e simples".

A Rússia tem muitas perguntas sobre o tema e se o Reino Unido "não responder significará que se trata de uma invenção e mais concretamente de uma provocação flagrante", concluiu Lavrov.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.