Kadafi vendeu 29 toneladas de ouro da Líbia, diz Banco Central do país

Segundo presidente do BC, US$ 1, 38 bi em ouro foi vendido a mercadores locais para gerar liquidez

Trípoli- O ex-líder da Líbia Muamar Kadafi vendeu mais de 20% das reservas de ouro do país, no valor de mais de US$ 1 bilhão, nos últimos dias do regime, informou o presidente do Banco Central líbio, Qassem Azzoz, nesta quinta-feira. 

Azzoz disse que 1,7 bilhão de dinares (US$ 1,38 bilhão) em ouro, ou cerca de 29 toneladas, foram vendidas a mercadores locais quando o regime ficou com pouco dinheiro.

"O ouro foi liquidado para pagar os salários e ter liquidez, em Trípoli em particular", afirmou Azzoz. Segundo funcionários do BC, o ouro provavelmente deixou o país, para a vizinha Tunísia e outras nações.

Azzoz acrescentou que o total de ativos do BC agora está em torno de US$ 115 bilhões, dos quais US$ 90 bilhões estão no exterior.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.