Israel quer soltar mais presos palestinos dia 30, dizem EUA

Solturas seriam parte de um plano de paz mediado pelos norte-americanos

Washington - Israel informou os Estados Unidos sobre seus planos de libertar o próximo grupo de prisioneiros palestinos em 30 de dezembro, como parte de um plano de paz mediado pelos norte-americanos, disse o Departamento de Estado nesta sexta-feira.

"Embora esperássemos que a libertação ocorresse em 29 de dezembro, fomos informados que questões técnicas tornaram necessário que seja um dia depois", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Jen Psaki, em comunicado.

A libertação de mais de duas dezenas de prisioneiros, o terceiro grupo a ser solto desde a retomada das conversações, em julho, é considerada pelos EUA como um passo importante na direção de um acordo de paz interino entre israelenses e palestinos até abril.

Um acordo final levaria então cerca de um ano para ser negociado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.