Hillary acredita que é preciso aumentar pressão militar contra Kadafi

Secretária americana exige fim de repressão a civis feita pelo governo líbio

Roma - A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, assegurou nesta quinta-feira que é preciso aumentar a pressão militar, política e econômica sobre o líder líbio, Muammar Kadafi, para pôr fim aos ataques violentos contra a população civil.

"Neste momento é necessário aumentar a pressão militar, política e econômica sobre Kadafi para pôr fim à violência contra os civis e iniciar uma transição democrática em direção a um futuro melhor", afirmou Hillary em entrevista coletiva concedida em Roma antes da reunião do Grupo de Contato sobre a Líbia.

"Respeitamos as resoluções da ONU relacionadas à proteção dos civis: Kadafi deve cessar os ataques brutais e deixar o poder", exigiu a secretária.

Hillary assinalou que no comparecimento desta tarde anunciará a assistência que os Estados Unidos oferecerão ao Conselho Nacional Transitório (CNT), órgão de direção dos insurgentes líbios, com sede em Benghazi.

A delegação do CNT anunciou nesta quarta-feira que solicitará ao Grupo de Contato o acesso a até US$ 3 bilhões dos fundos de Muammar Kadafi que foram bloqueados em vários países.

O Grupo de Contato sobre a Líbia reúne-se nesta quinta-feira em Roma com o objetivo de projetar uma rota para o conflito a ser administrada pelas Nações Unidas, com vistas a um cessar-fogo que facilite o início do diálogo com integrantes do regime de Muammar Kadafi.

Participarão da reunião representantes de 22 países e seis organizações internacionais: União Europeia (UE), Nações Unidas, Liga Árabe, Organização da Conferência Islâmica (OCI) e Conselho de Cooperação do Golfo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também