Governadora de Nova York declara estado de emergência por varíola dos macacos

Emergência permite expandir o leque de profissionais que podem administrar vacinas contra a doença, incluindo funcionários do Serviço Médico Emergencial, farmacêuticos e parteiras.
Varíola dos macacos: Nova York decreta estado de emergência (Divulgação/Divulgação)
Varíola dos macacos: Nova York decreta estado de emergência (Divulgação/Divulgação)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 30/07/2022 às 19:34.

A governadora do Estado de Nova York, Kathy Hochul, declarou estado de emergência diante do aumento de casos de varíola dos macacos. A informação foi publicada no site oficial do governo ontem, 29, e também pela governadora nas redes sociais.

"Estou declarando emergência estadual de desastre para fortalecer nossos esforços contínuos para enfrentar o surto de varíola. Esta ordem executiva nos permite responder mais rapidamente e possibilita que profissionais de saúde tomem medidas adicionais que ajudarão a vacinar mais nova-iorquinos", afirmou a governadora.

A declaração expande o leque de profissionais que podem administrar vacinas contra a varíola dos macacos, incluindo funcionários do Serviço Médico Emergencial (EMS, na sigla em inglês), farmacêuticos e parteiras. Além disso, viabiliza médicos e enfermeiros certificados a emitir ordens de vacinas para pacientes.

"Mais de um em cada quatro casos de varíola neste país estão em Nova York, causando um impacto desproporcional em grupos de risco", destacou Hochul. O estado de emergência deve vigorar até 28 de agosto.

Veja também: