Fora da UE, Reino Unido quer reforçar cooperação com Brasil

Segundo ele, a Grã-Bretanha continuará aberta para estudantes, pesquisadores e "talentos" brasileiros

Brasília - O embaixador britânico no Brasil, Alex Ellis, disse nesta sexta-feira, 24, que agora, num contexto fora da União Europeia (UE), o Reino Unido quer reforçar a cooperação com o País e continuar o crescimento do comércio e dos investimentos entre as duas nações. 

Segundo ele, a Grã-Bretanha continuará aberta para estudantes, pesquisadores e "talentos" brasileiros.

Após reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o embaixador relatou que o encontro também tratou da economia brasileira, mas teve o Brexit como principal assunto. "O resultado do referendo foi um ato de democracia. O meu país tem uma democracia sólida e antiga", afirmou Ellis,

O embaixador destacou que as trocas comerciais e os investimentos entre os dois países têm crescido nos últimos anos. "Queremos manter a colaboração com o Brasil e continuar investimentos em projetos 'verdes' e pesquisas sobre mudanças climáticas.

Somos a quinta economia do mundo e o Brasil tem uma economia do mesmo tamanho", acrescentou.

Questionado por jornalistas a respeito dos brasileiros que hoje vivem no Reino Unido, Ellis disse que, por enquanto, não muda para os imigrantes. "Nós temos uma grande tradição de abertura.

Recebemos Caetano Veloso e Gilberto Gil nos anos 60 e esperamos continuar recebendo os talentos brasileiros", completou.

Ellis já havia conversado de manhã pelo telefone com o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn. Segundo uma fonte, o tema principal foi sobre o novo desenho internacional que se forma a partir de agora com o Brexit, após o referendo realizado ontem no Reino Unido.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.