Flórida ultrapassa 1 milhão de licenças de porte de armas

Cerca de um terço das permissões são solicitadas por pessoas entre 51 e 65 anos

Miami – A Flórida, estado com mais pessoas armadas nos Estados Unidos, alcançou nesta semana a marca de um milhão de licenças ativas para porte de armas, informou nesta quarta-feira, uma porta-voz estadual, enquanto a imprensa local reportava vendas recorde de pistolas desde o massacre em Newtown.

Segundo o comissário do Departamento de Agricultura, o republicano Adam Putnam, quatro em cada cinco pessoas que obtêm a licença são homens, mas há um considerável crescimento entre as mulheres. Cerca de um terço das permissões são solicitadas por pessoas entre 51 e 65 anos.

O estado da Flórida conta com uma das leis mais flexíveis para o porte e uso de armas, entre elas a conhecida como “Defende sua posição” e batizada por seus críticos como “Dispare primeiro, pergunte depois”. Aprovada em 2005, ela permite o emprego de uma arma de fogo quando uma pessoa se sente ameaçada de morte ou de ficar gravemente ferida.

A menos de uma semana do massacre em uma escola primária de Newtown (Connecticut, nordeste), as lojas de armas no sul da Flórida registravam vendas recordes, devido ao debate sobre a limitação destas licenças.

No condado de Orange, no centro do estado, os comissários votaram na terça-feira por 6-0 um orçamento de 3 milhões de dólares para contratar, o quanto antes, agentes armados em tempo integral para que proteger pelo menos 60 escolas primárias da região.

Os Estados Unidos são os campeões mundiais em posse de armas, com 270 milhões, e na quantidade de armas por cidadão, 88,8 por 100 habitantes, segundo o Gunpolicy.org.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.