Exército iraquiano mata líder importante do Estado Islâmico

Marwan Hamed Saleh al Hiyaly foi morto durante a operação junto a outros quatro de seus assistentes

Erbil – Tropas iraquianas mataram neste domingo um dirigente de alto nível do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em confronto ocorrido em um dos bairros do leste da cidade de Mossul, no norte do país.

O comandante das Forças Especiais do Iraque, Abdelmair Yarala, disse à Agência Efe que os soldados cercavam uma casa no bairro de Aden onde estava o líder terrorista e a invadiu na sequência.

Marwan Hamed Saleh al Hiyaly foi morto durante a operação junto a outros quatro de seus assistentes, explicou Yarala. Não houve baixa entre as tropas iraquianas, segundo o comandante.

Os confrontos entre soldados do Iraque e os jihadistas prosseguem no sul do bairro de Aden, depois de as tropas do país terem avançado pelo sudeste e sul da cidade de Mossul. Além disso, soldados iraquianos lutam na região leste da cidade.

Em 17 de outubro, tropas do Iraque e do Curdistão iraquiano iniciaram uma grande ofensiva militar para tentar expulsar o EI da província de Ninawa, cuja capital é Mossul.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.