Espanha suspende exportação de itens para Venezuela

Espanha suspendeu as vendas de equipamento para controle de protestos porque "é lógico não adicionar combustível onde há conflito", disse ministro

Madri - A Espanha suspendeu indefinidamente as exportações de equipamento para controle de protestos ao governo da Venezuela após semanas de confrontos no país em meio a crescente violência e protestos da oposição.

Falando em Atenas no sábado, o ministro de Relações Exteriores da Espanha, José Manuel Garcia Margallo, disse que "é um fato" que a Espanha suspendeu as vendas porque "é lógico não adicionar combustível onde há conflito".

A decisão foi tomada por um painel do governo em março, mas confirmada apenas agora publicamente. Garcia Margallo disse que a Espanha tem um interesse especial na Venezuela em razão dos 200 mil espanhóis que vivem no país.

O ministro disse que o governo está acompanhando o desenrolar dos fatos na Venezuela com atenção porque 30 espanhóis foram presos por forças leais ao presidente Nicolas Maduro. Fonte: Associated Press.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também