• AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
  • AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
Abra sua conta no BTG

Em conversa com Scholz, Putin acusa Ucrânia de bloquear negociações de paz

A alegação foi feita durante conversa telefônica com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, segundo comunicado divulgado pelo Kremlin nesta sexta-feira, 13
Guerra na Ucrânia: Putin reiterou as acusações de que Kiev comete violações das normas internacionais por meio de "militantes que professam a ideologia nazista" (AFP/AFP)
Guerra na Ucrânia: Putin reiterou as acusações de que Kiev comete violações das normas internacionais por meio de "militantes que professam a ideologia nazista" (AFP/AFP)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 13/05/2022 10:25 | Última atualização em 13/05/2022 10:25Tempo de Leitura: 1 min de leitura

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, acusou a Ucrânia de bloquear as negociações para a resolução do conflito atualmente em andamento entre os dois países. A alegação foi feita durante conversa telefônica com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, segundo comunicado divulgado pelo Kremlin nesta sexta-feira, 13.

Sem apresentar provas, Putin reiterou as acusações de que Kiev comete violações das normas internacionais por meio de "militantes que professam a ideologia nazista", com "métodos terroristas desumanos". Os dois líderes concordaram em manter o contato por diversos canais diplomáticos.

Scholz rechaçou as denúncias de que o nazismo é uma força generalizada na Ucrânia, de acordo com comunicado separado emitido pelo governo alemão. Durante a conversa de 75 minutos, o chanceler exortou Putin a assegurar um cessar-fogo "o mais rápido possível" e a trabalhar por progressos nas negociações de paz.

LEIA TAMBÉM:

Dispostos a se acostumar à guerra, refugiados ucranianos retornam a Kiev

Militares ucranianos feridos negam se render aos russos em Azovstal