Conselheira de Trump revela ser vítima de abuso sexual

As declarações vieram quando Conway foi perguntada sobre a polêmica a respeito de Brett Kavanaugh, indicado à Suprema Corte dos EUA

Washington – Kellyanne Conway, conselheira do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em entrevista divulgada emissora americana “CNN” neste domingo que já sofreu abuso sexual.

“Sinto muita empatia pelas vítimas de abuso sexual, de assédio sexual e de estupros. Sou uma vítima de abuso sexual”, afirmou Conway com a voz embargada durante a entrevista.

As declarações vieram quando Conway foi perguntada sobre a polêmica a respeito do juiz indicado por Trump à Suprema Corte dos EUA, Brett Kavanaugh, que foi acusado publicamente de abusos sexuais por três mulheres.

“Não espero que Brett Kavanaugh ou ninguém assuma responsabilidades por isso (o abuso que sofreu), cada um tem que ser responsável por seu próprio comportamento”, comentou a conselheira, que defendeu o magistrado e elogiou a maneira como a Casa Branca e os senadores republicanos estão lidando com a situação.

No canal “Fox News”, a porta-voz da presidência, Sarah Sanders, também mencionou a investigação do FBI que está em andamento para apurar as acusações contra Kavanaugh.

“Isto não pode se transformar em uma expedição de pesca como os democratas gostariam”, comentou Sanders, que considerou “vergonhosa” a postura da oposição na repercussão do caso.

Sobre as próprias investigações, a porta-voz negou que a presidência esteja comandando ou restringindo os trabalhos de apuração.

“A Casa Branca não está administrando cada detalhe deste processo de investigação”, argumentou.

Trump ordenou na sexta-feira passada para que o FBI averiguasse as acusações contra Kavanaugh após o assunto ter ganhado grandes proporções.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.