• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Cidades dos EUA recebem ameaças de bombas; criminosos demandam bitcoins

Dezenas de ameaças de bomba foram recebidas nesta quinta, 14, ao redor dos EUA, com alvos como veículos de mídia, prédios do governo, bancos e negócios
Bitcoins: polícia de Nova York afirma que ameaças são seguidas de pedidos de pagamentos em criptomoedas (Bloomberg/Tomohiro Ohsumi)
Bitcoins: polícia de Nova York afirma que ameaças são seguidas de pedidos de pagamentos em criptomoedas (Bloomberg/Tomohiro Ohsumi)
Por ReutersPublicado em 13/12/2018 18:35 | Última atualização em 13/12/2018 18:39Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Dezenas de ameaças de bomba foram recebidas nesta quinta-feira, 14, ao redor dos Estados Unidos, com alvos como veículos de mídia, prédios do governo, bancos e outros negócios, reportou a NBC News, citando relatos da imprensa e departamentos de polícia locais.

O FBI disse que está ciente das ameaças feitas em cidades ao redor do país e que ofereceu assistência a forças de segurança locais, notando que uma onda similar de ameaças a escolas e outros prédios públicos ocorreu há cerca de um ano.

O Departamento de Polícia de Nova York disse em um post no Twitter que não considera que as ameaças sejam confiáveis neste momento.