Mundo

Casal envia acidentalmente gato de estimação em pacote de devolução da Amazon

Animal foi encontrado vivo seis dias na Califórnia. O casal relatou a uma emissora local que estava realizando buscas na vizinhança sobre o desaparecimento do gato

Acidente: gato foi enviado em caixa da Amazon (Karen Bleier/AFP)

Acidente: gato foi enviado em caixa da Amazon (Karen Bleier/AFP)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 27 de abril de 2024 às 19h17.

Um casal de Utah despachou, acidentalmente, seu gato de estimação em um pacote de devolução da Amazon, segundo informou o portal Business Insider. O animal ficou preso em uma caixa sem comida ou água por seis dias.

A gata, chamada Galena, foi encontrada viva já na Califórnia, conforme relatado pela KSL-TV de Utah. Carrie Clark, uma das donas do gato, notou que o animal tinha desaparecido em 10 de abril, conforme relatado pelo veículo.

Carrie Clark, uma das donas do gato, percebeu que o animal havia desaparecido no dia 10 de abril e, durante quase uma semana, Clark, junto com familiares e amigos, começaram as buscas pela vizinhança, espalhando cartazes de desaparecimento pela cidade, informou a KSL-TV. "A ansiedade e o estresse de não saber o que aconteceu com ela foram insuportáveis", disse Clark ao canal.

Posteriormente, Clark recebeu uma mensagem informando que o microchip de Galena havia sido escaneado, e mais tarde naquele dia, ela recebeu uma ligação de um veterinário na Califórnia. "No começo, eu não acreditei nela e pensei que fosse uma brincadeira", disse Clark à KSL-TV.

A distância mais curta entre Utah e Califórnia é de várias centenas de quilômetros. O veterinário informou a Clark que o gato foi encontrado dentro de um pacote de devolução da Amazon, ao lado de cinco pares de botas de trabalho.

"Corri para contar ao meu marido que Galena foi encontrada, e desabamos ao perceber que ela devia ter pulado em uma caixa enorme que despachamos na quarta-feira anterior", disse Clark.

A KSL-TV informou que a gata foi resgatada da caixa após seis dias sem comida ou água por um funcionário da Amazon que a encontrou em um armazém e a levou ao veterinário. Clark e seu marido voaram para a Califórnia para se reunirem com seu gato.

"Foi um reencontro incrível. Galena instantaneamente parou de tremer e relaxou em meus braços quando consegui segurá-la novamente", disse Clark. “Apesar de estar mais magra e com alguma desidratação leve, seus exames de sangue estavam completamente normais e ela estava completamente ilesa”

Clark espera que essa história inspire todos os donos de animais de estimação a microchiparem seus animais. A Associação Médica Veterinária Americana afirma que um terço dos animais de estimação se perderão em algum momento de suas vidas, mas aqueles com microchips têm muito mais probabilidade de se reunirem com seus donos.

Um microchip para gatos normalmente custa entre US$ 40 e US$ 70. Até o momento de publicação da reportagem, Clark não respondeu ao pedido de comentário do portal Business Insider.

*Com informações do portal Business Insider

Acompanhe tudo sobre:GatosAmazon

Mais de Mundo

Brasil é 3º país mais inseguro da América do Sul, diz Global Peace Index

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Pequeno município no leste da China desenvolve indústria panificadora bilionária

Após escândalo com PwC na China, KPMG e EY assumem auditorias no país

Mais na Exame