Mundo
Acompanhe:

Bonecas são leiloadas para ajudar vacinação de crianças

Marcas como Chanel e estilistas como Jean-Paul Gaultier projetaram bonecas que a Unicef leiloará para arrecadar fundos para uma campanha de vacinação no Sudão


	Menina no Sudão: foi solicitado aos talentos envolvidos voluntariamente que transformassem uma boneca em uma obra de arte
 (Getty Images)

Menina no Sudão: foi solicitado aos talentos envolvidos voluntariamente que transformassem uma boneca em uma obra de arte (Getty Images)

D
Da Redação

28 de novembro de 2013, 12h10

Paris - Marcas como Dior, Chanel e Louis Vuitton, estilistas como Jean-Paul Gaultier e artistas como Carlos Cruz-Diez e Olivia Putman projetaram uma série de bonecas que a Unicef leiloará em Paris na próxima segunda-feira para arrecadar fundos para uma campanha de vacinação em Darfur.

Esta é a 11ª edição da "Frimousses de Créateurs", onde foi solicitado aos talentos envolvidos voluntariamente que transformassem uma boneca em uma obra de arte.

Criadores como Eric Bottero, Richard Orlinski, Jean-Charles de Castelbajac e Jérôme Mesnager, artistas como -M-, Lisa Roze, Ali Mahdavi, Lorenz Baumer e Nicolas de Saint Grégoire e marcas como Gucci, Lavin e Sonia Rykiel dessa vez se inspiraram no "símbolo da arte e da moda" que representa a cidade de Paris, segundo os organizadores.

As bonecas, que serão leiloadas na próxima segunda-feira através da casa de vendas Artcurial, estarão expostas ao público no Petit Palais de Paris até domingo.