Barco com refugiados líbios afunda e deixa 200 desaparecidos

Outras 570 pessoas foram resgatadas quando tentavam viajar rumo à Itália em um barco com quase 800 a bordo

Túnis – Quase 200 pessoas que fugiram da Líbia desapareceram na costa de Túnis, capital da Tunísia, e outras 570 foram resgatadas quando tentavam viajar rumo à Itália em um barco com quase 800 pessoas a bordo, informou nesta quinta-feira a agência oficial de notícias TAP.

As autoridades afirmaram ainda que dois corpos foram encontrados.

Salva-vidas e militares realizam desde quarta-feira operações de busca e resgate dos refugiados que saíram da Líbia e tentavam chegar à ilha italiana de Lampedusa.

O barco estava lotado e encalhou na terça-feira em um banco de areia localizado a cerca de 36 km da ilha tunisiana de Kerkennah. O mar agitado associado ao desespero dos passageiros, que tentavam embarcar em pequenas lanchas salva-vidas enviadas pelas equipes de socorro, fez com que o navio afundasse.

Das pessoas resgatadas, cerca de 200 foram levadas para o acampamento de refugiados de Shucha, que fica a oito quilômetros da da fronteira entre a Tunísia e a Líbia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais