Aviação síria bombardeia zonas curdas de Al Hasaka

Estes bombardeios são paralelos a ataques das forças do regime com artilharia e bombas a outras posições dos curdos sírios

Cairo – A aviação do regime sírio bombardeou nesta quinta-feira pela primeira vez desde o início do conflito em 2011 zonas controladas pelas forças curdas na cidade de Al Hasaka, no nordeste da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Fontes curdas e do regime confirmaram ao Observatório que os aviões tiveram como alvo áreas do noroeste e leste da cidade, que está em sua maioria controlada pelos curdos, embora algumas partes estejam em mãos das autoridades.

Estes bombardeios são paralelos a ataques das forças do regime com artilharia e bombas a outras posições dos curdos sírios.

Segundo a agência de notícias “ANHA”, próxima aos curdos, o regime recorreu à aviação depois que não tiveram efeito seus ataques com bombas.

Os bombardeios atingiram vários bairros residenciais, entre eles Al Nasera.

Até o momento não há informações sobre vítimas nos bombardeios.

Porém, vários civis ficaram feridos nos enfrentamentos registrados nas áreas do centro e sul da cidade entre a milícia governamental Defesa Nacional e as forças de segurança curdas Asayish, segundo o Observatório, que informou além disso sobre a morte de quatro milicianos do regime.

A tensão explodiu entre as Asayish e a Defesa Nacional há dois dias após a detenção por parte da milícia governamental de civis curdos que provocaram confrontos esporádicos.

Os combates entre as tropas governamentais e as forças curdas foram pouco frequentes durante o conflito sírio e esta é a primeira vez que as primeiras usam a aviação de guerra contra os segundos.

Os curdos representam 9% dos habitantes da Síria e vivem sobretudo na província de Al Hasaka, cuja capital é Qameshli, e nas regiões de Afrin e Al Jazeera, na setentrional Aleppo. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.