As imagens mais chocantes do dia de guerra no Congresso dos EUA

Manifestantes favoráveis ao presidente Donald Trump invadiram o prédio do Congresso dos Estados Unidos nesta quarta-feira, 6

Manifestantes favoráveis ao presidente Donald Trump invadiram o prédio do Congresso dos Estados Unidos nesta quarta-feira, 6, durante a contagem oficial de votos do colégio eleitoral que deu vitória ao democrata Joe Biden.

Os que estavam em frente ao Capitólio romperam as barricadas de segurança e interromperam de forma abrupta e inesperada os debates que ocorriam tanto no Senado quanto na Câmara.

Um verdadeiro cenário de guerra se instalou a partir daí, com tiros sendo disparados, manifestantes invadiram o plenário das duas casas e a polícia tentou dispersar o protesto.

Washington decidiu decretar toque de recolher e os deputados, senadores e funcionários do Congresso que estavam dentro do prédio não conseguiram sair por causa da violência que tomou conta do local.

A sessão de ratificação da vitória de Joe Biden na eleição presidencial, que acontecia no momento, foi paralisada; com os trabalhos retomados nesta madrugada, Biden foi então confirmado como o 46º presidente americano. A posse acontece em 20 de janeiro.

Veja as imagens:

Um policial do Capitólio dos EUA atira spray de pimenta em um manifestante que tentava entrar no prédio do Capitólio durante uma sessão conjunta do Congresso para certificar os resultados da eleição de 2020 no Capitólio em Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021. Kevin Dietsch / Pool via REUTERS Um policial do Capitólio dos EUA atira spray de pimenta em um manifestante que tentava entrar no prédio do Capitólio

Um policial do Capitólio dos EUA atira spray de pimenta em um manifestante que tentava entrar no prédio do Capitólio (Kevin Dietsch/Reuters)

 

A polícia do Capitólio detém manifestantes do lado de fora da Câmara da Câmara durante uma sessão conjunta do Congresso em 6 de janeiro de 2021 em Washington, DC. O Congresso realizou uma sessão conjunta hoje para ratificar a vitória do Colégio Eleitoral 306-232 do presidente eleito Joe Biden sobre o presidente Donald Trump. Um grupo de senadores republicanos disse que rejeitaria os votos do Colégio Eleitoral de vários estados, a menos que o Congresso indicasse uma comissão para auditar os resultados das eleições A polícia do Capitólio detém manifestantes do lado de fora da Câmara da Câmara durante uma sessão conjunta do Congresso em 6 de janeiro de 2021 em Washington, DC.

A polícia do Capitólio detém manifestantes do lado de fora da Câmara da Câmara durante uma sessão conjunta do Congresso em 6 de janeiro de 2021 em Washington, DC. (Drew Angerer/Getty Images)

 

Policiais do Capitólio dos EUA tomam posições quando os manifestantes entram no prédio do Capitólio durante uma sessão conjunta do Congresso para certificar os resultados das eleições de 2020 no Capitólio em Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021. Kevin Dietsch / Pool via REUTERS Policiais do Capitólio dos EUA tomam posições quando os manifestantes entram no prédio do Capitólio durante uma sessão conjunta do Congresso para certificar os resultados das eleições de 2020

Policiais do Capitólio dos EUA tomam posições quando os manifestantes entram no prédio do Capitólio durante uma sessão conjunta do Congresso para certificar os resultados das eleições de 2020 (Kevin Dietsch/Reuters)

 

Manifestantes entram no edifício do Capitólio dos EUA em 6 de janeiro de 2021 em Washington, DC. O Congresso realizou uma sessão conjunta hoje para ratificar a vitória do Colégio Eleitoral 306-232 do presidente eleito Joe Biden sobre o presidente Donald Trump. Um grupo de senadores republicanos disse que rejeitaria os votos do Colégio Eleitoral de vários estados, a menos que o Congresso designasse uma comissão para auditar os resultados das eleições Manifestantes entram no edifício do Capitólio dos Estados Unidos

Manifestantes entram no edifício do Capitólio dos Estados Unidos (Win McNamee/Getty Images)

 

Apoiadores de Trump sobem em veículo blindado da Polícia do Congresso dos EUA Apoiadores de Trump sobem em veículo blindado da Polícia do Congresso dos EUA

Apoiadores de Trump sobem em veículo blindado da Polícia do Congresso dos EUA (Bill Clark/Getty Images)

 

Os manifestantes entram na Câmara do Senado em 06 de janeiro de 2021 em Washington, DC. O Congresso realizou uma sessão conjunta hoje para ratificar a vitória do Colégio Eleitoral 306-232 do presidente eleito Joe Biden sobre o presidente Donald Trump. Manifestantes pró-Trump entraram no edifício do Capitólio dos EUA após manifestações em massa na capital do país Os manifestantes entram na Câmara do Senado.

Os manifestantes entram na Câmara do Senado. (Win McNamee/Getty Images)

 

Policiais do Capitólio apontam suas armas para uma porta que foi vandalizada na Câmara da Câmara durante uma sessão conjunta do Congresso em 6 de janeiro de 2021 em Washington, DC. O Congresso realizou uma sessão conjunta hoje para ratificar a vitória do Colégio Eleitoral 306-232 do presidente eleito Joe Biden sobre o presidente Donald Trump. Um grupo de senadores republicanos disse que rejeitaria os votos do Colégio Eleitoral de vários estados, a menos que o Congresso designasse uma comissão para auditar os resultados das eleições Policiais do Capitólio apontam suas armas para uma porta que foi vandalizada na Câmara durante uma sessão conjunta do Congresso

Policiais do Capitólio apontam suas armas para uma porta que foi vandalizada na Câmara durante uma sessão conjunta do Congresso (Drew Angerer/Getty Images)

A polícia segura os apoiadores do presidente dos EUA, Donald Trump, enquanto eles se reúnem em frente à Rotunda do Capitólio dos EUA em 6 de janeiro de 2021, em Washington, DC. - Os manifestantes violaram a segurança e entraram no Capitólio enquanto o Congresso debatia a Certificação de Voto Eleitoral da eleição presidencial de 2020. (Foto de Olivier DOULIERY / AFP) (Foto de OLIVIER DOULIERY / AFP via Getty Images) A polícia segura os apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, enquanto eles se reúnem em frente à Rotunda do Capitólio (Foto de Olivier Douliery / AFP) (Foto de Olivier Douliery / AFP via Getty Images).

A polícia segura os apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, enquanto eles se reúnem em frente à Rotunda do Capitólio (Foto de Olivier Douliery / AFP) (Foto de Olivier Douliery / AFP via Getty Images). (OLIVIER DOULIERY / AFP/Getty Images)

Membros da Polícia do Capitólio dos EUA caminham dentro do Capitólio enquanto apoiadores do protesto do presidente dos EUA, Donald Trump, do lado de fora, em Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021. REUTERS / Jonathan Ernst Membros da Polícia americana caminham dentro do Capitólio enquanto apoiadores do protesto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ficam do lado de fora  Reuters / Jonathan Ernst

Membros da Polícia americana caminham dentro do Capitólio enquanto apoiadores do protesto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ficam do lado de fora  Reuters / Jonathan Ernst (Jonathan Ernst/Reuters)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.