Vendas de moradias usadas nos EUA caem e preços sobem

Segundo Associação Nacional de Corretores Imobiliários, vendas caíram 0,6% em março, para uma taxa de 4,92 milhões de unidades

Washington - As vendas de moradias usadas nos Estados Unidos tiveram leve recuo em março, representando uma pausa na recuperação do mercado imobiliário que vinha contribuindo para estimular a economia do país.

A Associação Nacional de Corretores Imobiliários (NAR, na sigla em inglês) informou nesta segunda-feira que as vendas de moradias usadas caíram 0,6 por cento no mês passado, para uma taxa anualizada com ajuste sazonal de 4,92 milhões de unidades.

Economistas consultados pela Reuters previam um aumento para 5,01 milhões de unidades.

O estoque de imóveis usados a venda nos EUA subiu 1,6 por cento durante o mês, para 1,93 milhão de unidades.

A expectativa é que mais imóveis sejam colocados a venda no mês que vem antes do momento mais aquecido do mercado que geralmente ocorre no verão do hemisfério norte, informou o economista da NAR Lawrence Yun.

Em todo o país, o preço mediano para uma revenda de imóvel subiu para 184,3 mil dólares em março, crescimento de 11,8 por cento em relação a um ano antes, o maior aumento desde novembro de 2005. A oferta limitada de propriedades disponíveis está elevando os valores dos imóveis.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.