Mercado imobiliário

Minha irmã construiu no lote do meu pai com recursos próprios. Ela pode vender o imóvel?

Especialista responde dúvida de leitores; envie você também suas perguntas

Orla de Santos, no litoral sul de São Paulo (Rebeca Mello/Getty Images)

Orla de Santos, no litoral sul de São Paulo (Rebeca Mello/Getty Images)

Marcelo Tapai
Marcelo Tapai

Especialista em Direito Imobiliário

Publicado em 18 de maio de 2024 às 07h05.

Última atualização em 24 de maio de 2024 às 15h13.

Dúvida do leitor: meu pai construiu uma casa na praia em 1972, em 2 lotes. Somos três irmãos e uma irmã, mas o imóvel e o lote estão no nome do meu pai – que ainda é vivo. Minha irmã construiu em cima da casa do meu pai, com recursos próprios, e agora quer vender. Ela pode realizar a venda sem a partilha do terreno? 

Resposta de Marcelo Tapai, advogado especialista em direito imobiliário: essa discussão aborda uma situação habitual no âmbito das famílias brasileiras, onde os pais acabam por permitir que seus filhos construam em seus terrenos ou lajes sem pensar nas consequências jurídicas.

Inicialmente é preciso esclarecer que a partilha de bens se dá quando a herança é dividida entre herdeiros, e isso ocorre apenas após o falecimento de quem deixou o imóvel.

Quanto às construções realizadas em imóveis de propriedade de terceiro, o Código Civil prevê que toda construção em terreno alheio pertence ao proprietário do local.

Quem construiu no terreno não tem direito?

Nesse cenário, o proprietário automaticamente adquire o direito das construções realizadas em seu terreno, porém, havendo provas dos gastos com a construção e de que se procedeu de boa-fé, aquele que construiu, tem direito à indenização, a ser paga pelo proprietário do terreno.

É possível vender a casa construída no terreno de herança? 

A venda só poderá ser realizada pelo proprietário do imóvel, independente de quem tenha nele acrescido algum tipo de construção. Caso esse proprietário opte em vender, e se comprove que alguma construção realizada por terceiro valorizou o imóvel como um todo, este poderá pleitear o aumento no preço resultante da área construída.

Esta dependerá da concordância do proprietário que caso concorde estaria, nesse caso, adiantando parte da herança a favor de um dos herdeiros ensejando aos demais o direito a devida compensação em futura partilha.

Tem alguma dúvida sobre imóveis, locação ou venda? Envie suas perguntas para exameinvest@exame.com

Acompanhe tudo sobre:ImóveisHerança

Mais de Mercado imobiliário

Zuk oferece leilões de 970 imóveis em junho, com descontos de até 82%

Meu companheiro morreu e sua mãe faleceu na sequência. Tenho direito ao imóvel de herança?

Como é morar na Consolação? Conheça melhor o bairro

6 dicas para quem vai deixar imóveis de herança

Mais na Exame