Marketing

Storytelling nos parques Disney e como o TikTok mapeia tendências: destaques do 1º dia da SXSW 2023

Em palestras na sexta-feira, 10, executivos compartilharam um pouco de como suas empresas atuam para seguir relevantes e em crescimento

Josh D'Amaro: chairman da Disney Parks (Errich Petersen/Getty Images)

Josh D'Amaro: chairman da Disney Parks (Errich Petersen/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 13 de março de 2023 às 17h01.

Última atualização em 13 de março de 2023 às 17h02.

Provavelmente você viu em alguma timeline as imagens de um executivo segurando um sabre de luz no palco do SXSW. Era Josh D'Amaro, Chairman de Disney Parks, Experiences & Products.

Na palestra “Criando felicidade: a arte e a ciência de contar histórias nos parques Disney”, ele compartilhou um pouco de como a empresa aguça todos os sentidos usando storytelling.

Para criar experiências memoráveis e despertar o desejo de vivenciar isso diversas vezes, ele destacou o trabalho de placemaking, no qual a criação dos espaços vai muito além da sua concepção física.

Envolve parâmetros como sociabilidade, conexões e conforto, de modo a criar vínculos que só uma experiência é capaz de gerar.

O poder dessa bolha que a Disney cria ficou exemplificada quando Josh contou sobre um garoto que teve seu sonho realizado pela Make-A-Wish.

Em uma carta, o menino disse que quase esqueceu que tinha câncer enquanto estava no parque.

Outra palestra que marcou a sexta-feira foi o painel com Lorry Destainville, Head of Global Commerce Partnerships no TikTok, e Jamie Gilpin, CMO da Sprout Social, que conversaram sobre como as marcas podem aproveitar mais e melhor a plataforma.

O TikTok já tem mais de 1 bilhão de usuários mensais e tem influenciado o
comportamento social e de consumo, alcançando 15% de toda descoberta online de produtos.

Esse crescimento é resultado de alguns fatores, como a dinâmica de distribuição de conteúdo, o formato de vídeo espontâneos e a capacidade de reter a atenção do público.

Além disso, o áudio ligado por default faz com que a rede seja a primeira tela e não uma janela para consumo multitask.

Na sessão, os convidados também conversaram sobre mapeamento de tendencia, explicando que o TikTok categoriza isso em três pilares: Movimentos (eventos e criações que ganham tração impulsionadas por hashtags), Sinais (novos padrões de conteúdo que revelam comportamentos e interesses emergentes) e Forças (transformação de comportamentos em grande escala e de forma duradoura).

Apesar da estrutura em definida, vale lembrar que o sucesso de cada marca na plataforma depende da legitimidade e de entender a melhor forma de entrar nas trends.

Acompanhe tudo sobre:SXSWInovação

Mais de Marketing

Amstel traz Amsterdã ao Rio Pinheiros em evento com passeio de balsa gratuito

Heinz lança molho 'Barbiecue' em parceria com a Mattel

Cauã Reymond fica preso em elevador com fã em nova campanha

RD Summit 2024 anuncia data e primeiros nomes da programação

Mais na Exame