Marketing

Post-it completa 30 anos de sucesso

Fruto de um invento fracassado, o "Post-it" figura todos os anos entre os cinco itens de escritório mais vendidos nos Estados Unido

"Post-it" foi lançado no mercado em abril de 1980 pelo grupo 3M (.)

"Post-it" foi lançado no mercado em abril de 1980 pelo grupo 3M (.)

DR

Da Redação

Publicado em 26 de abril de 2010 às 22h52.

Washington, EUA - Enquanto o VHS e o walkman foram deixados de lado, outro invento dos anos 80, o "Post-it", quadrado autoadesivo que invadiu escritórios e portas de geladeiras, comemora 30 anos de sucesso.

Fruto de um invento fracassado, o "Post-it" foi lançado no mercado em abril de 1980 pelo grupo 3M, e figura todos os anos entre os cinco itens de escritório mais vendidos nos Estados Unidos.

Desde então, o pequeno quadrado de papel amarelo de 7 cm por 7 cm se expandiu para oito tamanhos, 25 formas e 62 cores, e é vendido em 150 países, indicou a 3M, que não divulga dados de vendas.

"O Post-it é o tipo de invenção perfeita. Nada consegue substituí-lo, nem um bip em um telefone nem um lembrete eletrônico. Seguiremos utilizando os 'Post-it' dentro de 100 anos", garante Robert Thompson, professor de cultura popular da Universidade Syracuse de Nova York.

"Reflete as tendências dos anos 80: uma vida cada vez mais complexa e a necessidade de controlar essa complexidade. Na época de aparecimento dos microcomputadores, o Pos-it é de fato um objeto de alta tecnologia", garantiu o professor à AFP.

Seus inventores, Arthur Fry e Sencer Silver, dois engenheiros da 3M, foram inclusive imortalizados no mês passado no palácio nacional de inventores ("National Inventors Hall of Fame"), juntos com Jacques-Yves Cousteau e uma quinzena de outros inventores, cujas inovações "contribuíram ao progresso humano, social e econômico".

"O Post-it tornou a vida mais fácil para as pessoas em uma época de profusão de informação", disse na ocasião Fry, de 78 anos, que afirma que pedem a ele seis ou sete autógrafos por semana desde o sucesso de seu invento.

Como comemoração do aniversário, a empresa convocou estudantes de 11 a 18 anos para um concurso, no qual devem criar obras de arte originais a partir de Post-it.

Como costuma ocorrer com as invenções, o pequeno bloco de notas autoadesivas e, sobretudo, que podem mudar de lugar, nasceu de uma experiência fracassada de Spencer Silver. Em 1968, o engenheiro produziu uma cola que não aderia muito bem. Poucos anos depois, seu colega Arthur Fry inventou o conceito crucial de Post-it, frustrado por não ter um lembrete para sua missa dominical.

O adesivo fracassado de Silver, que tem atualmente 22 patentes, foi crucial para as ações de colar e descolar os papeis, sobre qualquer superfície.

E a empresa se adapta à epoca atual. Este ano lançou um Post-it "verde", de papel 100% reciclado e com uma cola criada a partir de uma planta.

Acompanhe tudo sobre:3MEmpresasEmpresas americanasEstados Unidos (EUA)Países ricos

Mais de Marketing

Google decide manter cookies; entenda o que isso significa para os anunciantes

Adidas tira do ar campanha com Bella Hadid após protestos

Morre aos 80 anos Jaques Lewkowicz, fundador da agência Lew'Lara

Os times de futebol mais valiosos do Brasil e do mundo em 2024

Mais na Exame