Invest

Sabesp, Multiplan e Raízen: as novidades da carteira de ações do BTG para março

Carteira recomendada de ações do banco para março sofre alterações após derrocada do mês anterior

Painel de cotações da B3 | Foto: Germano Lüders/Exame (Germano Lüders/Exame)

Painel de cotações da B3 | Foto: Germano Lüders/Exame (Germano Lüders/Exame)

Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Repórter de Invest

Publicado em 3 de março de 2023 às 14h37.

Última atualização em 3 de março de 2023 às 14h51.

A bolsa brasileira tem enfrentado um período desafiador, com o Ibovespa caindo 7,5% em fevereiro – seu pior resultado desde junho do ano passado. Para lidar com o ambiente de juros altos no Brasil e nos Estados Unidos, os analistas do BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da EXAME) seguem apostando em uma carteira defensiva.

“O Ibovespa está muito barato para cair bem abaixo de 100 mil pontos, mas também não vemos nenhum gatilho de curto prazo capaz de produzir um rali sustentável. Nossa carteira segue defensiva, o que vem ocorrendo desde o final do ano passado, e continuamos buscando ações com fundamentos atrativos”, informou o relatório do banco.

Para março, o banco incluiu três novas ações em sua carteira recomendada: Sabesp (SBSP3), Multiplan (MULT3) e Raízen (RAIZ4). Veja abaixo as perspectivas do banco para os três novos papéis da carteira:

Por que investir na Sabesp (SBSP3)

A volta da concessionária de água e esgoto de São Paulo, Sabesp, está associada com a chegada da nova administração no estado. O governador e ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas tem falado em privatizar a empresa, o que abre caminho para valorização, segundo os analistas.

“No entanto, não achamos que a expansão de múltiplos virá exclusivamente da privatização, pois a empresa anunciou recentemente um novo CEO – André Salcedo – com vasta experiência no BNDES e na concessionária de saneamento Iguá, e uma nova equipe de executivos pode abrir caminho para melhorias operacionais significativas”, dizem.

Por que investir na Multiplan (MULT3)

Outra adição na carteira foi a operadora de shopping centers premium Multiplan. Os analistas estimam que o consumo de alto padrão continua forte, beneficiando as empresas focadas nesse segmento. 

“A Multiplan está tendo um desempenho extremamente bom, com crescimento de vendas em relação aos níveis de 2019, acelerando 28,6% em janeiro de 2023 versus alta de 22,1% no quarto trimestre de 2022, enquanto a receita de aluguel cresceu fortes 45,8% no último trimestre em comparação com o ano anterior”, afirmaram. 

Por que investir na Raízen (RAIZ4)

A Raízen é a escolha favorita do BTG no setor de açúcar e etanol. Segundo os analistas, o o valuation atual da empresa “continua a ignorar os benefícios potenciais do projeto de etanol de segunda geração, que esperamos ainda render bons retornos à medida que o etanol captura o carbono premium em um número cada vez maior de mercados”.

A expectativa é que o Ebitda, principal indicador de caixa operacional da companhia, deve se recuperar entre 2023 e 2024 pois a expectativa é que a moagem da cana de açúcar cresça. “Além disso, a divisão de distribuição de combustíveis deve reportar margens menos voláteis, permitindo também alguma expansão do Ebitda”, afirmam. 

Como é composta a carteira recomendada de ações do BTG Pactual (BPAC11)

A carteira recomendada de ações do BTG Pactual para o mês de novembro é composta por 10 ativos.

A carteira tem como objetivo capturar as melhores oportunidades e performances do mercado de ações. O processo de seleção dos ativos é realizado pelo time de estrategistas do Research do Banco BTG Pactual, com base em uma análise conjunta ao time de analistas, sem considerar necessariamente índices de referência ou liquidez.

Em fevereiro, a carteira recomendada de ações do BTG Pactual teve um desempenho de -6,8%, contra uma performance de -7,5% do Ibovespa e -7,5% do IBRX-50. Desde outubro de 2009, a rentabilidade acumulada da carteira é de 308,5%, ante 70,1% do Ibovespa e 104% do IBX-50.

Veja também

Acompanhe tudo sobre:BTG PactualAçõesbolsas-de-valoresMultiplanRaízenSabesp

Mais de Invest

Por que a poupança pode não ser a melhor opção para seu dinheiro

Biden sai e Kamala entra? Como o turbilhão nos EUA impacta as ações americanas, segundo o BTG

Por que Mohamed El-Erian, guru de Wall Street, está otimista com o cenário econômico

Ibovespa opera em queda puxado por Vale (VALE3)

Mais na Exame