Invest

23 ações que pagam dividendos mais indicadas para setembro, Itaúsa (ITSA4) está na lista

Levantamento feito pela EXAME Invest mostra as ações mais recomendadas por oito corretoras para este mês

 (EXAME/Exame)

(EXAME/Exame)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 3 de setembro de 2022 às 08h02.

As ações da Itaúsa (ITSA4), Vale (VALE3), Taesa (TAEE11) e Telefônica Vivo (VIVT3) lideram o ranking das recomendações de bancos, corretoras e casas de análise para o mês de setembro como pagadoras de dividendos. Os papéis foram citados em três das oito carteiras consultadas pela EXAME Invest

Sobre a Itaúsa, os analistas da Elite Corretora destacaram a estratégia de diversificação de portfólio como novos investimentos, como anúncio da aquisição de 8,5% da Aegea Saneamento. Já a equipe de investimentos da Ágora afirmou que Bradesco BBI atualizou as estimativas para Itaúsa, mantendo o preço-alvo de R$ 13 por ação, incorporando os resultados do segundo trimestre de 2022 e o maior preço-alvo para o Itaú. “Nosso valuation de soma das partes reflete preços-alvo de R$ 34,00/ação para Itaú, R$ 16,00/ação para Dexco, R$ 30,00/ação para Alpargatas e US$ 28,00/ação para XP. Mantemos nossa recomendação de Compra para a Itaúsa, que negocia com um atraente desconto de 26,4% em relação à soma das partes.”

Em relação à Vale (VALE3), os analistas destacaram que em meio ao cenário global de desaceleração econômica, a Vale reportou números fracos para o segundo trimestre, com o EBITDA frustrando as estimativas esperadas. Disseram ainda que os resultados da divisão de metais básicos permanecem abaixo do potencial, mas não chegam a ser uma fonte de preocupação neste momento. Entretanto, a geração de caixa foi de US$ 2,3 bilhões, com a empresa permanecendo focada em realizar seu mais recente programa de recompra, enquanto também anunciou dividendos mínimos de US$ 3 bilhões.

Newsletter EXAME Invest: cadastre-se gratuitamente e receba as principais notícias da semana que impactam o mercado financeiro e os seus investimentos

Sobre a Taesa (TAEE11), a companhia tem feito fortes investimentos na construção de novas linhas de transmissão e tem participado ativamente dos leilões de linha de transmissão. Entretanto, novas concessões garantem o fluxo futuro de receita da companhia e sua perenidade, por outro lado, demandam caixa e aumentam a alavancagem. Dessa maneira, os analistas da Elite afirmam que alguns investidores questionam sobre a sustentabilidade desse negócio ao longo prazo. E a resposta da companhia ao questionamento é que segue trabalhando no foco do equilíbrio entre alavancagem, investimentos e dividendos.

Por fim, sobre a Telefônica Vivo (VIVT3), os analistas afirmam que além do bom histórico de pagamentos, a companhia tem um planejamento estratégico coerente. Veja lista completa abaixo: 

Itaúsa (ITSA4)3
Vale (VALE3)3
Taesa (TAEE11)3
Telefônica Vivo (VIVT3)3
Vibra Energia (VBBR3)2
Banco do Brasil (BBAS3)2
B3 (B3SA3)2
Bradespar (BRAP4)2
Energisa (ENGI11)1
TIM (TIMS3)1
BB Seguridade (BBSE3)1
ISA CTEEP (TRPL4)1
CPFL (CPFL3)1
Equatorial (EQTL3)1
Petrobras (PETR4)1
Cyrela (CYRE31
Energias BR (ENBR3)1
Itaú Unibanco (ITUB4)1
Unipar (UNIP6)1
Copasa (CSMG3)1
Ferbasa (FESA4)1
Minerva Foods (BEEF3)1
Petrobras (PETR3)1

Recomendações por corretora

Veja abaixo as recomendações:

Ágora Investimentos

Ágora Investimentos
Desempenho em agosto: 7,50%
Desempenho no ano: 3,40%
Ações excluídas: Banco do Brasil e Cemig
Ações incluídas: Energisa e Itaúsa

AçãoPeso (%)
Energisa (ENGI11)20
Itaúsa (ITSA4)20
TIM (TIMS3)20
Vale (VALE3)20
Vibra Energia (VBBR3)20

Elite

Desempenho em agosto: 2,38%
Desempenho em 2022: 12,06%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
BB Seguridade (BBSE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
ISA CTEEP (TRPL4)20
Taesa (TAEE11)20
Telefônica Vivo (VIVT3)20

Guide Investimentos

Desempenho em agosto: 13,36%
Desempenho em 2022: 16,96%
Ações excluídas: Minerva e Vale
Ações incluídas: Ambev e Equatorial

AçãoPeso (%)
Ambev (ABEV3)20
Banco do Brasil (BBAS3)20
CPFL (CPFL3)20
Equatorial (EQTL3)20
Petrobras (PETR4)20

Genial

Desempenho em agosto: 10,27%
Desempenho em 2022: 17,43%
Ações excluídas: CPFL Energia, Copasa e Porto Seguro
Ações incluídas: Cyrela, Taesa e Vibra

AçãoPeso (%)
Cyrela (CYRE3)20
Energias BR (ENBR3)20
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Taesa (TAEE11)20
Vibra (VBBR3)20

Nova Futura

Desempenho em agosto: 6,04%
Desempenho no ano: 16,47%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
B3 (B3SA3)20
Taesa (TAEE11)20
Telefônica Brasil (VIVT3)20
Unipar (UNIP6)20
Vale (VALE3)20

Planner

Desempenho em agosto: 6,66%
Desempenho em 2022: 12,26%
Ações excluídas: BB Seguridade, Bradesco, Petrobras, Taesa e Vale
Ações incluídas: B3, Bando do Brasil, Bradespar, Copasa e Ferbasa

AçãoPeso (%)
B3 (B3SA3)20
Banco do Brasil (BBAS3)20
Bradespar (BRAP4)20
Copasa (CSMG3)20
Ferbasa (FESA4)20

Santander

Desempenho em agosto: 12,73%
Desempenho em 2022: 26,60%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Banco do Brasil (BBAS3)20
CPFL Energia (CPFE3)20
Minerva Foods (BEEF3)20
Petrobras (PETR3)20
Vale (VALE3)20

Terra

Desempenho em agosto: +1,17%
Desempenho em 2022: +12,70%
Ações excluídas: Banco do Brasil
Ações incluídas: Itaúsa

AçãoPeso (%)
Bradespar (BRAP4)20
Copel PNB (CPLE6)20
Engie (EGIE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
Telefônica Vivo (VIVT3)20

 

 

Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valoresDividendosIbovespaItaúsaMercado financeiro

Mais de Invest

Bolsa Família: pagamento de junho começa nesta segunda-feira; RS recebe antecipado

PIS: Caixa paga abono salarial para dois grupos nesta segunda-feira; veja como sacar

Resultado da Mega-Sena concurso 2737: ninguém acerta as seis dezenas

Nem CXSE3, nem BBSE3: veja a melhor seguradora da bolsa para investir

Mais na Exame