• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Iti antecipa pagamento do auxílio emergencial e permite saque do dinheiro

Clientes do iti poderão antecipará o resgate do auxílio emergencial em até um dia útil
Auxílio emergencial: o dinheiro cai na conta iti em um dia útil e ficará disponível para saques, transferências ou qualquer outra funcionalidade do app (Thinkstock/Foto)
Auxílio emergencial: o dinheiro cai na conta iti em um dia útil e ficará disponível para saques, transferências ou qualquer outra funcionalidade do app (Thinkstock/Foto)
Por Karla MamonaPublicado em 07/04/2021 14:01 | Última atualização em 07/04/2021 14:01Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O iti, a conta digital do banco Itaú, anunciou que antecipará o resgate do auxílio emergencial em até um dia útil. Desta maneira, o beneficiário do programa conseguirá ter acesso ao valor antes do prazo previsto, podendo sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da rede Banco24Horas ou transferir para qualquer banco. 

A funcionalidade está disponível por meio da criação de boletos no aplicativo do iti. Além do saque e transferência, no app também é possível pagar boletos, realizar compras online e pagamentos com o cartão da conta iti, recarga de celular, entre outras.

Tenha a oportunidade de aumentar seu salário em mais de 50% com uma jornada desenhada para impulsionar sua carreira. Venha aprender com quem conhece na EXAME Academy

Para antecipar os valores do auxílio emergencial é necessário ser cliente do iti. Quem não tem conta ainda pode criar diretamente no aplicativo e não é necessário a comprovação de renda e endereço.

Veja abaixo o passo a passo para sacar/transferir o auxílio emergencial:

  • O processo para trazer o dinheiro para o iti e utilizar como quiser é bastante simples:
  • O cliente deve abrir o iti e tocar em colocar dinheiro;
  • Digitar o valor que deseja resgatar;
  • Tocar em criar boleto;
  • Copiar o código de barras e pagar no app CAIXA Tem.  

Após isso, o dinheiro cai na conta iti em um dia útil e ficará disponível para saques, transferências ou qualquer outra funcionalidade do app que o cliente desejar utilizar.

"Em um momento delicado como o que estamos vivendo, sabemos o quão importante é, para uma imensa parcela dos brasileiros, receber os valores dos recursos emergenciais no prazo mais curto possível. Na primeira fase do auxílio emergencial, já pudemos notar o quanto esse tipo de solução é positiva para as pessoas”, afirma João Araújo, diretor do iti Itaú.

Sobre o auxílio emergencial 

A Caixa começou o pagamento do auxílio emergencial na última terça-feira, 6. Os primeiros a receber o valor foram os nascidos no mês de janeiro. Pelo calendário da Caixa, este grupo só conseguirá sacar o valor em maio. Antes do prazo, a pessoa consegue movimentar o dinheiro por meio do aplicativo do Caixa Tem.

Na sexta-feira, dia 9 de abril, será a vez dos nascidos em fevereiro receberem a primeira parcela do auxílio. O pagamento foi escalonado pela data de aniversário e terminará no dia 30 de abril. Já o calendário de saque começa dia 4 de maio e encerra no dia 30 de junho.

Pelas novas regras, estabelecidas pela Medida Provisória 1.039/2021, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não haverá nova fase de inscrições.