Invest

Boleto atrasado nunca mais: até que horas pode pagar contas pela online no dia do vencimento?

Entenda os limites de horário dessas transações e veja como você pode evitar esquecimentos, que irão acarretar multa e juros

Pagamento via boleto: Segundo a Febraban, é o 4º meio mais utilizado pelos brasileiros para pagamentos de contas em geral. Em 2023, 4,2 bilhões de transações foram realizadas com boleto em 2023, totalizando 5,8 trilhões de reais. (wagnerokasaki/Getty Images)

Pagamento via boleto: Segundo a Febraban, é o 4º meio mais utilizado pelos brasileiros para pagamentos de contas em geral. Em 2023, 4,2 bilhões de transações foram realizadas com boleto em 2023, totalizando 5,8 trilhões de reais. (wagnerokasaki/Getty Images)

EXAME Solutions
EXAME Solutions

EXAME Solutions

Publicado em 21 de maio de 2024 às 10h30.

Provavelmente já aconteceu com você: um boleto vencia em uma determinada data, só se lembrou à noite e, quando tentou efetuar o pagamento, o app do banco não permitiu devido ao horário. E lá foi você quitar a conta com multa por atraso no dia seguinte. Porém, em outra ocasião, fez a mesma coisa, no mesmo horário, com uma fatura diferente e o processo deu certo.

Qual é, então, a regra quanto ao horário para pagar boletos pela internet? Na verdade, a resposta é: varia. Cada instituição financeira determina o seu limite de horário para pagamento de boletos na data do vencimento. Por isso, alguns podem ser pagos até as 21h e outros até as 22h, por exemplo. 

A única norma geral, que vale desde 15 de março, é que os boletos pagos até as 13h30 são compensados no mesmo dia. Após esse horário, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o dinheiro só cairá na conta do cobrador no dia posterior.  

Na prática, a novidade não muda nada para o consumidor, a conta será quitada da mesma forma se for paga depois disso. Porém, saber desse limite pode ser útil se você, por exemplo, fez uma compra online e está com pressa para receber a mercadoria. Nesse caso, vale pagar o boleto antes das 13h30 para agilizar o processo de entrega.

Por que existe limite de horário para pagar boletos?

O motivo dessa restrição de horário é principalmente segurança. Para evitar fraudes aos sistemas de pagamento, o Banco Central (BC) obriga as instituições a estabelecer regras e horários para pagamento de boletos e no débito por pessoas físicas no período noturno, além de transferências via Pix e TED.

O BC considera período noturno o intervalo entre 20h e 6h, mas a pedido do usuário final o período poderá ser ajustado para das 22h às 6h. 

O controle do BC vale inclusive para os valores máximos dessas transações. É por isso que após um determinado horário, o limite de pagamentos e transferências (em número de operações e quantias movimentadas) é mais baixo do que durante o dia. 

À noite, o limite do Pix entre pessoas físicas é restrito a 1.000 reais, por exemplo. Ele pode ser alterado pelos clientes, entretanto, o aumento acima dos parâmetros depende de avaliação da instituição (já a redução é imediata). 

Como não esquecer de pagar boletos no dia e horário certos?

Essa modalidade de pagamento, que é a quarta mais usada pelos brasileiros nas contas de consumo do dia a dia, conforme dados da Febraban, está passando por um processo de modernização que envolve 136 instituições. 

Mas enquanto o projeto não viabiliza o pagamento de boletos 24h por dia via internet e em todos os bancos, para evitar esquecimentos e garantir as contas em ordem, há alguns caminhos:

Pagar sempre antes da data de vencimento

Adiantando-se, você pode fazer a operação a qualquer hora por internet banking ou aplicativo do banco, ainda que esteja fora do horário, que não tem problema: o próprio sistema programa o pagamento para o próximo dia útil e você continuará dentro do prazo. 

Agendar os seus pagamentos

Logo que receber o documento, acesse o site ou app da sua instituição bancária e faça o agendamento do pagamento para a data do vencimento, para não correr o risco de ficar para a última hora, passar do horário e acabar arcando com multas e juros depois.

Usar o serviço de DDA

Os que buscam ainda mais praticidade podem aderir ao débito direto autorizado (DDA). A modalidade permite que você visualize eletronicamente, em um único lugar, todos os boletos emitidos no seu CPF e autorize antecipadamente que as instituições credoras debitem o valor da sua conta (exceto serviços públicos ou de concessionárias, como água, luz e gás). Além de prático, o mecanismo é mais ecológico, porque evita o envio de boletos de papel.

Cadastrar as contas fixas no débito automático

Para reduzir a quantidade de boletos que você precisa se lembrar de pagar, outra alternativa é cadastrar em débito automático aqueles que chegam todos os meses, como internet, escola, fatura do cartão de crédito, celular, plano de saúde e serviços de concessionárias. Sem se preocupar com datas de vencimento, os valores serão debitados na sua conta no dia certo. A diferença entre débito automático e DDA é que este realiza o débito automaticamente, já no segundo os boletos ficam aguardando a sua autorização para serem compensados.

Com pelo menos uma dessas medidas, você gerencia melhor seus compromissos financeiros e não precisa se preocupar com datas e horários de cada conta a ser paga. Ser pego de surpresa com uma negativa de pagamento, bem no dia do vencimento, porque extrapolou o horário, nunca mais.

Acompanhe tudo sobre:conteúdo banco panbranded-content

Mais de Invest

Nota Fiscal Paulista libera R$ 35 milhões em crédito; veja como transferir o dinheiro

Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, vende 1 milhão de ações da BYD

TIM (TIMS3) e Telefônica Brasil (VIVT3) pagam juros sobre capital próprio; veja valor por ação

Ibovespa opera abaixo dos 119 mil pontos após piora das expectativas da inflação

Mais na Exame