Invest

App dá até 30% de dinheiro de volta em compras de qualquer supermercado

Para obter o dinheiro de volta, basta fazer a leitura do código da nota fiscal no QR Code do app ou digitá-lo

Supermercado: lista de itens com desconto inclui diversos produtos do dia a dia, como óleo e macarrão (Germano Lüders/Exame)

Supermercado: lista de itens com desconto inclui diversos produtos do dia a dia, como óleo e macarrão (Germano Lüders/Exame)

Marília Almeida

Marília Almeida

Publicado em 10 de junho de 2022 às 16h11.

Última atualização em 13 de junho de 2022 às 16h04.

As compras no supermercado vêm ficando cada vez mais restritas por conta da inflação alta. Mas existe uma ferramenta que pode ajudar a manter o nível do poder de compra. O app Mangos dá até 30% de dinheiro de volta em compras em qualquer supermercado que dê nota fiscal da compra.

Para isso, basta comprar produtos selecionados, de determinadas marcas. Para obter o dinheiro de volta, basta ler o código da nota fiscal no QR Code ou digitá-lo no aplicativo.

"Esse é o diferencial do app. Você não precisa comprar no Pão de Açúcar: pode comprar no mercado da esquina, no atacado e até no quiosque da praia, se ele emitir nota fiscal", diz Raiza Scatena, gerente de marketing do app.

O app dá, no mínimo, 10% de dinheiro de volta. É às sextas-feiras que costuma realizar promoções mais agressivas, que chegam a 30% do valor do produto. Em datas comemorativas, o cashback pode chegar a 50%. As promoções são atualizadas semanalmente, às terças.

Tenha acesso agora a todo o material gratuito da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal.

A lista de produtos com cashback contém itens do dia a dia, como óleo, detergente de louças e macarrão. "Para a classe C e D, economizar R$ 20 ou R$ 30 faz bastante diferença. Dessa forma, consegue colocar mais coisas na mesa", diz Scatena.

Atualmente a Mangos tem parceria com pelo menos 30 empresas. Entre os destaques, estão Ambev, Ypê, Melitta, Pilão, 3 Corações e Nissin. Esses contratos, diz Scatena, não são exclusivos. "Podemos ter uma lista com cervejas de duas marcas concorrentes. Cada contrato costuma durar de três meses a um ano".

Quando o cashback acumulado no app ultrapassar R$ 10, é possível transferi-lo para uma conta bancária. Para baixar o app, basta acessar a loja do sistema operacional do smartphone (Android e iOs).

Atenção às regras

Para não deixar de receber o dinheiro de volta, é necessário ler a nota fiscal dos produtos no app durante o prazo de validade da promoção. Ou seja, a compra, por si só, não garante o desconto: também é necessário registrá-lo no app dentro do prazo determinado.

Algumas ofertas são válidas apenas para uma quantidade máxima de produto. Caso seja ultrapassado esse limite, não haverá desconto.

O dinheiro de volta costuma cair na conta do app em até 30 minutos, mas pode demorar até cinco dias úteis, explica Scatena, "Quando isso acontece, é geralmente por instabilidade no sistema da Secretaria da Fazenda local, que faz a leitura das notas fiscais".

Acompanhe tudo sobre:CashbackComprasConsumoorcamento-pessoalPan-Economizarplanejamento-financeiro-pessoalrenda-pessoalSupermercados

Mais de Invest

Ibovespa: nem Petrobras, nem Nvidia conseguem sustentar bolsa, que abre em queda após Ata do Fed

"Se o medo é de uma loucura na Suzano, eu compro a ação": por que esse gestor está otimista com IP

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 42 milhões nesta quinta-feira; veja como apostar

Repercussão do balanço da Nvidia e da Ata do Fed: os assuntos que movem o mercado

Mais na Exame