Invest

Antecipação do saque-aniversário do FGTS é fundamental para população endividada, mostra estudo

Quase metade dos entrevistados relataram que usaram a modalidade para pagar contas básicas atrasadas

FGTS: anteciopação do saque-aniversário é fundamental para garantir acesso ao crédito da população (gustavomellossa/Getty Images)

FGTS: anteciopação do saque-aniversário é fundamental para garantir acesso ao crédito da população (gustavomellossa/Getty Images)

Rebecca Crepaldi
Rebecca Crepaldi

Repórter de finanças

Publicado em 18 de março de 2024 às 19h07.

O acesso ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) via saque-aniversário passou por turbulências recentes com os ruídos que apontam para um possível fim da modalidade. Buscando entender a importância dessa modalidade, a Associação Brasileira de Bancos (ABBC), em parceria com a Zetta, associação de empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros digitais, realizaram duas pesquisas.

Como resultado, os estudos mostraram que a grande maioria (80%) das pessoas elegíveis ao saque-aniversário do FGTS quer ter o direito de usufruir dos recursos do fundo quando lhes for mais conveniente. Segundo as empresas, em conjunto, foram ouvidas mais de 6,5 mil pessoas na primeira quinzena de março, sendo estes clientes de suas associadas.

As pesquisas mostram que o direito de acessar o fundo antecipadamente é primordial para garantir acesso a crédito emergencial, via antecipação do saque-aniversário do FGTS, sem comprometimento da renda mensal do trabalhador. Do total, 90% deles consideram importante ou muito importante o empréstimo via antecipação do FGTS e cerca de 70% ficariam insatisfeitos se a modalidade não existisse mais.

Entenda as pesquisas

A Zetta e a ABBC realizaram pesquisas independentes e com metodologias diferentes com clientes de suas instituições financeiras associadas, mas ambas com o foco de entender o papel e a relevância da antecipação do saque-aniversário do FGTS para as pessoas.

No caso da ABBC, o levantamento foi feito com uma amostra representativa do público que contratou o empréstimo de antecipação do saque-aniversário do FGTS. Para mais da metade dos entrevistados (54%), o dinheiro emprestado foi suficiente para atingir os principais objetivos. Outros destaques foram:

  • Mais de 45% dos clientes que estavam com dívidas atrasadas usaram o valor para despesas básicas de moradia (luz, água e gás) e carnês/boletos;
  • Mais de 60% dos respondentes concordam que as taxas do empréstimo com FGTS são menores se comparadas a outras modalidades; mais de 70% concordam que não ter parcela mensal é um atrativo; e também mais de 70% concordam que o empréstimo não compromete sua renda mensal;
  • Mais de 85% dos clientes que contrataram FGTS estavam negativados, tendo a antecipação do saque-aniversário como a única linha de crédito acessível;
  • 86% das pessoas consideram contratar novamente o empréstimo no futuro;
  • Quase metade dos entrevistados (47%) não sabia sobre a possibilidade da extinção da modalidade, que afetaria especialmente pessoas que já contaram com o empréstimo e com menor renda.

Já a pesquisa da Zetta, realizada com amostra representativa de público em geral elegível ao FGTS, mostra que 59% dos entrevistados ficariam insatisfeitos caso o saque-aniversário acabe. Outros destaque são:

  • 85% dos entrevistados consideram contratar o saque-aniversário;
  • 89% concordam que acessar o dinheiro do FGTS é uma segurança para emergências financeiras, e 45% dos entrevistados utilizaram o saque-aniversário de forma emergencial;
  • Entre os clientes que ficariam insatisfeitos com a extinção do saque-aniversário, falta de liberdade e perda de direitos são percepções frequentes;
  • 85% concordam que ter a opção de pegar um empréstimo através da antecipação é uma oportunidade de acesso a crédito para quem não tem outras opções.

Confira as últimas notícias de Invest:

Acompanhe tudo sobre:FGTS

Mais de Invest

‘Independência financeira liberta’: Women in Finance discute gestão patrimonial para mulheres

Bancos centrais compram um quinto do ouro do mundo e querem aumentar aposta

Quina de São João: veja os números mais sorteados da história

Ibovespa sobe e recupera os 120 mil antes de decisão do Copom; dólar bate máxima em 18 meses

Mais na Exame