Acompanhe:

A empresa de fast-fashion chinesa Shein está considerando a possibilidade de transferir sua oferta pública inicial para Londres, de acordo com a Bloomberg. Atualmente, a companhia está tentando fazer seu IPO em Nova York, mas julga improvável que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA aprove a operação, segundo a matéria publicada na última segunda-feira, 26.

No entanto, a Shein ainda está trabalhando em seu processo nos EUA. Para fazer o IPO em Londres, a empresa precisaria apresentar uma nova aplicação de listagem no exterior aos reguladores chineses. Outros locais, incluindo Hong Kong ou Cingapura, também podem ser considerados, disseram as fontes da Bloomberg.

A novidade poderia ser positiva para Londres. Cerca de US$1 bilhão foram levantados no Reino Unido via IPOs no ano passado, o menor nível em décadas, segundo dados da Bloomberg. A fabricante de chips Arm Holdings Plc rejeitou Londres para fazer um IPO em Nova York no ano passado, mesmo depois que o governo britânico fez lobby por uma listagem doméstica pela empresa sediada em Cambridge, na Inglaterra. 

Os IPOs de empresas chinesas nos EUA  têm sido pequenos e raros à medida que as tensões geopolíticas afetam os mercados, desde que a Didi Global Inc. foi retirada das listagens em Nova York, como parte de uma repressão que essencialmente fechou o mercado para vendas de ações de empresas chinesas. 

Os planos de IPO da Shein têm sofrido escrutínio, com o senador Marco Rubio entre os que pedem à SEC para bloquear sua listagem, dizendo que a empresa precisa divulgar mais sobre suas operações na China. No ano passado, um membro do Congresso dos EUA pediu uma investigação sobre o fornecimento de algodão da Shein de Xinjiang. 

A gigante da moda de fast fashion hoje vende itens baratos globalmente. A Shein protocolou no ano passado um IPO nos EUA visando uma avaliação de $80 bilhões a $90 bilhões. No entanto, negociações privadas no final de 2023 avaliaram a empresa muito abaixo desse valor, em cerca de $50 bilhões.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar
Exame IN

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar

Há 5 dias

Alibaba suspende IPO da Cainiao, braço de logística do grupo
seloMercados

Alibaba suspende IPO da Cainiao, braço de logística do grupo

Há 3 semanas

Sem IPOs, abertura de recompra de ações supera em 250% o volume de follow-on no primeiro trimestre
seloMercados

Sem IPOs, abertura de recompra de ações supera em 250% o volume de follow-on no primeiro trimestre

Há 3 semanas

Conheça a Astera Labs, IPO que vem impressionando investidores
seloMercados

Conheça a Astera Labs, IPO que vem impressionando investidores

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais