Invest

Qual o valor do dólar hoje, 14/04; moeda fecha a semana abaixo dos R$ 5

Moeda norte-americana se mantém abaixo dos R$ 5 nesta sexta-feira

. (Stock/Getty Images)

. (Stock/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 14 de abril de 2023 às 09h46.

Última atualização em 14 de abril de 2023 às 17h50.

dólar fechou em queda nesta sexta-feira, 14, sendo negociada a R$ 4,915. Com isso, o dólar passou a acumular baixa de -2,1% na semana.

Esta semana, o dólar fechou abaixo dos R$ 5 pela primeira vez em 10 meses e até agora se mantém neste patamar. 

A moeda foi impactada pelos dados da inflação que foram divulgados no começo da semana. Os dados do IPCA vieram no menor patamar dos últimos dois anos e abaixo da expectativa do mercado. Somado a isso, os investidores se mostram otimistas com o arcabouço fiscal e aumenta a expectativa de corte de juros. 

Quanto está o dólar hoje?

dólar comercial hoje fechou em queda, e está sendo cotado a R$ 4,915.

Já nas casas de câmbio, a moeda se manteve com poucas oscilações, sendo cotada a R$ 5,112 nesta sexta-feira. O dólar turismo era negociado a R$ 5,123 na véspera. 

Cotação do dólar

Dólar comercial

  • Venda: R$ 4,915
  • Compra: R$ 4,915

Dólar turismo

  • Venda: R$ 5,112
  • Compra: R$ 5,020

Qual a diferença do dólar comercial para o dólar turismo?

O dólar comercial trata-se de milhares de dólares em transação no mercado de câmbio. Isso computa exportações, importações, transferências financeiras milionárias e que normalmente são feitas por grandes empresas e bancos.

Já o dólar turismo é comprado por pessoas físicas, normalmente em casas de câmbio, em menores quantidades para viagens ou até passado no cartão de crédito

Por que o dólar turismo é mais caro?

A cotação do dólar turismo é mais cara pois são compras muito menores do câmbio, ao contrário das transações feitas por grandes empresas e instituições. Logo, seu custo operacional com transporte de notas e taxa de corretoras ficam mais alto.

Por que o dólar cai?

Basicamente, o preço em relação ao real é calculado em função da disponibilidade de dólares no mercado brasileiro. Ou, seja, quando há uma grande quantidade de moeda norte-americana no país, a tendência é que o preço dela caia em relação ao real, já a baixa disponibilidade da moeda, por outro lado, faz com que o câmbio norte-americano se valorize em relação a nossa moeda.

O Banco Central também tem o poder intervir na cotação. Quando a moeda americana dispara, é comum que o órgão use parte de sua reserva para injetar dólares na economia. Com mais disponibilidade, a cotação da moeda americana tende a cair.

O que acontece quando o dólar aumenta?

Para os investidores da bolsa de valores, as empresas exportadoras tendem a se beneficiar com o dólar alto. Já as companhias que vendem apenas internamente ou que dependem de importações podem se prejudicar. Isso porque a alta do dólar pode aumentar o preço dos produtos e insumos importados, caso a moeda não volte a cair em pouco tempo.

O mercado de fertilizantes e outros insumos agrícolas também é precificado em dólar, ou seja, com a moeda americana em alta, o produtor rural vai ter um custo mais alto antes mesmo de plantar. Esse valor acaba repassado para o produto final, inflacionando a venda para o consumidor.

Quando é bom comprar dólar?

Acompanhar a cotação do dólar em veículos de notícia é ideal para saber exatamente quando é o momento ideal de comprar, que normalmente é quando a moeda estiver com uma cotação mais baixa.

A questão é que o preço do dólar muda todo dia e várias vezes ao dia. Então a resposta mais coerente seria comprar dólar de maneira diluída, ou seja, de pouquinho em pouquinho. O ideal seria comprar tudo na baixa do dólar, porém com a volatilidade do mercado, é impossível prever quando seria essa baixa.

Veja também:

Acompanhe tudo sobre:DólarDólar comercial

Mais de Invest

Como esta gestora brasileira surfou onda das bolsas americanas e rendeu 400% em 5 anos

Quina de São João: confira o resultado e quantas apostas foram sorteadas

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2740; prêmio acumulado é de R$ 86 milhões

Veja o resultado da Quina especial de São João; prêmio é de R$ 230 milhões

Mais na Exame