Invest

Petróleo sobe com perspectiva de resposta de Israel contra o Irã

O petróleo do tipo Brent está 18% mais caro neste ano apesar do fortalecimento constante do dólar

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 16 de abril de 2024 às 06h46.

A cotação do petróleo ganhou força nesta segunda-feira com a promessa de Israel de responder a um ataque do Irã contra seu território, mantendo as tensões elevadas no Oriente Médio.

O Brent, referência global, subiu para US$ 91 por barril depois de uma queda modesta ao longo da segunda-feira, enquanto o West Texas Intermediate estava perto de US$ 86. Segundo a Bloomberg, as principais autoridades militares israelenses disseram que o país não tinha escolha a não ser responder ao ataque de Teerã no fim de semana, mesmo com as autoridades europeias e norte-americanas pedindo moderação para não escalar o conflito.

O contrato futuro de junho do tipo Brent indicava uma cotação de US$ 90,16.

O foco agora dos investidores está mudando para como e quando será a resposta israelense. As nações ocidentais e árabes estão tentando convencer o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu de que uma reação agressiva ao ataque do Irã prejudicaria os interesses de Israel. O Oriente Médio é responsável por cerca de um terço do fornecimento global de petróleo bruto. O Irã é o sétimo maior produtor mundial da commodity.

Petróleo neste ano

O preço do petróleo subiu neste ano com os cortes de oferta da OPEP+ e os elevados riscos geopolíticos na Rússia e no Oriente Médio. O consumo também tem se mantido em ritmo aquecido nas principais economias, com dados divulgados na terça-feira mostrando que o crescimento da China no primeiro trimestre superou as expectativas com a expansão da demanda por petróleo.

O petróleo do tipo Brent está 18% mais caro neste ano apesar do fortalecimento constante do dólar, que está em seu maior nível desde meados de novembro, segundo a Bloomberg.

Acompanhe tudo sobre:Petróleo

Mais de Invest

Mega-Sena acumulada: quanto rendem R$ 30 milhões na poupança

Receita alerta sobre novo golpe que envolve doações; veja como se proteger

Bolsas da Europa fecham em baixa, devolvendo parte dos ganhos em dia de CPI da zona do euro

RS: governo dispensa documento para saque calamidade do FGTS

Mais na Exame