ADR da Petrobras (PETR3) em Wall Street é suspenso após notícia de superdividendo

Cerca de 37% desse valor vai ser pago para a União, que é a principal acionista da Petrobras
Petrobras (PETR3) (Paulo Whitaker/Reuters)
Petrobras (PETR3) (Paulo Whitaker/Reuters)
Carlo Cauti
Carlo Cauti

Publicado em 28/07/2022 às 15:51.

Última atualização em 28/07/2022 às 21:43.

O American Depositary Receipt (ADR) da Petrobras (PETR3) foi suspenso nesta quinta-feira, 28, após a notícia que a estatal petrolífera vai pagar um "superdividendo" de US$ 15 bilhões.

Considerando a cotação atual do dólar, o valor que a Petrobras vai pagar é de cerca de R$ 87,8 bilhões.

"A Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras informa que seu conselho de administração, em reunião realizada hoje, aprovou o pagamento de distribuição de dividendos no valor de R$ 6,732003 por ação preferencial e ordinária em circulação", informou a estatal petrolífera em fato relevante divulgado nesta quinta, ainda durante o pregão.

Segundo a Petrobras, o dividendo está "alinhado à Política de Remuneração aos Acionistas", que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a possibilidade de distribuir a seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos imobilizados e intangíveis (investimentos).

Além disso, a política também prevê a possibilidade de pagamento de dividendos extraordinários, desde que sua sustentabilidade financeira seja preservada.

A primeira parcela dos dividendos da Petrobras, de R$ 3,36 por ação preferencial e ordinária em circulação, será paga no dia 31 de agosto de 2022. A segunda parcela, no valor de R$ 3,36 por ação, será paga no dia 20 de setembro de 2022.

As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 (B3SA3) e na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) a partir de 12 de agosto de 2022.

Outros dividendos pagos pela Petrobras (PETR3) ao longo de 2022

Essa não é a primeira distribuição dos dividendos da Petrobras ao longo de 2022.

No dia 5 de maio o conselho de administração da Petrobras tinha aprovado a distribuição de dividendos para um valor total de R$ 48,5 bilhões.

Cada ação preferencial e ordinária receberia R$ 3,71, dos quais R$ 3,13 dividendos intercalares referentes à antecipação da remuneração aos acionistas relativa ao exercício de 2022.

No dia 20 de junho a Petrobras tinha realizado o pagamento da primeira parcela da remuneração aprovada em R$ 1,85 por ação, por um valor total de R$ 24,25 bilhões.

Governo vai ficar com R$ 28 bilhões

Cerca de 37% desse valor, ou R$ 28 bilhões, vai ser pago para a União, que é a principal acionista da Petrobras.

A Petrobras vai divulgar seus resultados trimestrais após o fechamento do mercado desta quinta-feira.

Leia também: Petrobras (PETR3/PETR4) tem lucro de R$ 54,3 bilhões no 2º tri/2022, alta de 27%