Invest

Ibovespa fecha em queda com investidores à espera de Super Quarta

Sem indicadores econômicos a serem divulgados hoje, os investidores ficam à espera das decisões monetárias dos Estados Unidos e Brasil

Fachada da B3, a bolsa de valores brasileira (Gustavo Scatena/Divulgação)

Fachada da B3, a bolsa de valores brasileira (Gustavo Scatena/Divulgação)

Janize Colaço
Janize Colaço

Repórter de Invest

Publicado em 29 de janeiro de 2024 às 10h36.

Última atualização em 29 de janeiro de 2024 às 18h37.

Fechou em queda o Ibovespa desta segunda-feira, 29. O principal índice da bolsa de valores brasileira caiu 0,36%, aos 128.503 pontos. Sem indicadores econômicos a serem divulgados hoje, os investidores seguem à espera das decisões monetárias dos Estados Unidos e Brasil, que ocorrem na quarta-feira, 31. Por aqui, movimentos da Gol, Magazine Luiza, Vulcabras, Meliuz e Suzano ficaram no radar dos investidores.

A semana começa com a promessa de grande volatilidade nos índices globais, aponta Matheus Spiess, analista da Empiricus Research. Ele lembra que além dos indicadores econômicos, os mercados ainda devem reagir aos balanços do quarto trimestre de 2023. “É natural uma certa aversão a risco neste início de semana.” 

No entanto, Spiess pontua que há uma pitada maior de mau humor entre os investidores brasileiros, visto que os resultados fiscais apontam para uma revisão da meta fiscal. “E, claro, o déficit consolidado do ano passado não ajuda em nada — cujo resultado foi muito ruim, como era esperado. Resta entender como o governo vai trabalhar essas expectativas ao longo dos próximos meses”, diz.

Ibovespa hoje

IBOV: -0,36%, aos 128.503 pontos.

E o que também está na mira dos mercados são as decisões monetárias da próxima Super Quarta, dia 31, que deve confirmar as expectativas de manutenção dos juros nos EUA e de corte de 0,5 ponto percentual na Selic. “A expectativa fica por conta também dos comunicados, a fim de entender quais serão os próximos passos do BC e do Fed”, diz Cristiane Quartaroli, economista do Ouribank.

Por fim, a segunda-feira começou com notícias vindas da China, onde houve a liquidação da incorporadora chinesa Evergrande por um tribunal de Hong Kong. Segundo informações da Reuters, a decisão ocorreu porque a companhia não tinha um plano de recuperação, mesmo após dois anos sem cumprir o pagamento de dívidas. Investidores do mundo todo temem um efeito cascata que leve outras incorporadoras chinesas à falência, mas o CEO da companhia, Shawn Siu, afirma que a ordem judicial afeta apenas a unidade listada em Hong Kong.

De volta ao Brasil, o principal destaque do radar corporativo ficou com a Gol (GOLL4), que caiu 33,62% no pregão de hoje. Nesta segunda, a aérea divulgou informações financeiras preliminares e não auditadas referentes ao quarto trimestre, que mostrou um patrimônio líquido negativo em R$ 23,3 bilhões contra ativos na ordem de R$ 16,8 bilhões. Além disso, também hoje, a Gol comunicou que recebeu hoje a aprovação do Tribunal de Falências do Distrito Sul de Nova York, nos Estados Unidos, para a reestruturação financeira legal da companhia.

Maiores altas do Ibovespa

Entre as ações que mais subiram hoje, destaque para os papéis do Assaí — na contramão de pares do setor, como Pão de Açúcar e Carrefour. “Como o modelo de atacarejo é bem-visto pelo mercado, parece que há um rotation de fluxo para ASAI3, sem notícias específicas envolvendo o case no dia de hoje”, diz Leandro Petrokas, analista de investimentos e sócio da Quantzed. Outra ação que teve uma performance positiva foi a Hypera, devido à recomendação de compra do Itaú BBA, em relatório divulgado na sexta-feira, 26.

  • Assaí (ASAI3): +4,78%
  • Hypera (HYPE3): +2,80%
  • Raizen (RAIZ4): +1,87%

Maiores quedas do Ibovespa

Além da Gol, outra ação a cair no IBOV é a Suzano, cujos papéis foram rebaixados para venda pelo JP Morgan. “Segundo o relatório, os preços da celulose atingiram o pico e devem começar a cair em fevereiro”, diz Petrokas.

  • Gol (GOLL4): -33,62%
  • Casas Bahia (BHIA3): -4,71%
  • Suzano (SUZB3): -3,99%

Dólar hoje

lar fechou em alta nesta segunda-feira. Hoje, a moeda americana subiu 0,71%, a R$ 4,945. Na sexta-feira, o dólar fechou em fechou em queda de 0,24%, cotado a R$ 4,910. 

Como é calculado o índice Bovespa?

Principal índice de ações da bolsa brasileira, a B3, o Ibovespa é calculado em tempo real, baseado na média do desempenho dessa carteira teórica de ativos, cada uma com seu peso na composição do índice. 

Funcionando como um termômetro do desempenho consolidado das principais ações para o mercado, cada ponto do Ibovespa equivale a 1 real. Por isso, se o IBOV está em 100.000 pontos, isso quer dizer que o preço da carteira teórica das ações mais negociadas é de 100.000 reais.

Que horas abre e fecha a bolsa de valores?

O horário de negociação na B3 vai das 10h às 18h. A pré-abertura ocorre entre 9h45 e 10h, enquanto o after-market ocorre entre 18h25 e 18h45. Já as negociações com o Ibovespa futuro ocorrem entre 9h e 17h55.

Confira as últimas notícias de Invest:

Acompanhe tudo sobre:Ibovespabolsas-de-valoresAções

Mais de Invest

Resultado da Mega-Sena concurso 2716; prêmio é de R$ 2,5 milhões

Lucro da Tesla recua 48% no 1º tri, mas expectativa por carros mais acessíveis anima investidor

Na ‘guerra fria’ entre China e EUA, quem sai ganhando é o Brasil?

Receba dividendos em dólar: veja como aproveitar a alta do dólar com ações americanas

Mais na Exame