Invest

Hospital Mater Dei (MATD3) anuncia programa de recompra de ações

A quantidade máxima de ações a serem adquiradas é de até 9.613.168, representativas de 2,51% das ações totais

Mater Dei: "o valor atual de suas ações não reflete o real valor dos seus ativos combinado com a perspectiva de rentabilidade" (Patricia Monteiro/Bloomberg/Getty Images)

Mater Dei: "o valor atual de suas ações não reflete o real valor dos seus ativos combinado com a perspectiva de rentabilidade" (Patricia Monteiro/Bloomberg/Getty Images)

Karla Mamona
Karla Mamona

Editora de Finanças

Publicado em 5 de abril de 2024 às 08h46.

O Hospital Mater Dei (MATD3) anunciou nesta sexta-feira, 5, que o conselho de administração da companhia aprovou o segundo programa de recompra de ações.

A quantidade máxima de ações a serem adquiradas é de até 9.613.168, representativas de 2,51% das ações totais emitidas pela companhia e 8,85% das ações em circulação no mercado atualmente. O programa tem duração de até 18 meses, com início em 04 de abril de 2024.

Em fato relevante, a companhia afirmou que o valor atual de suas ações não reflete o real valor dos ativos combinado com a perspectiva de rentabilidade e geração de resultados futuros. "As ações adquiridas no âmbito do programa de recompra serão mantidas em tesouraria e, posteriormente, canceladas, alienadas, utilizadas para atendimento aos planos de remuneração baseados em ações da Companhia e/ou eventual aquisições em outras sociedades.”

Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valores

Mais de Invest

Moriah Asset compra 14% da Oakberry em maior transação de sua história: "um sonho realizado"

Além de Taesa (TA?EE11) e Auren (AURE3): especialista revela os dividendos mais atrativos do setor

Ata do Fed, balanço de Nvidia, Haddad e dados fiscais: o que move o mercado

Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 42 milhões

Mais na Exame