• AALR3 R$ 19,61 -0.71
  • AAPL34 R$ 73,16 -0.54
  • ABCB4 R$ 16,90 2.55
  • ABEV3 R$ 14,81 0.82
  • AERI3 R$ 4,00 -8.68
  • AESB3 R$ 10,86 1.21
  • AGRO3 R$ 31,68 0.22
  • ALPA4 R$ 21,18 -2.35
  • ALSO3 R$ 20,03 0.81
  • ALUP11 R$ 26,44 0.95
  • AMAR3 R$ 2,42 1.68
  • AMBP3 R$ 30,38 2.53
  • AMER3 R$ 23,37 -1.23
  • AMZO34 R$ 70,65 -1.23
  • ANIM3 R$ 5,77 3.96
  • ARZZ3 R$ 82,62 -0.18
  • ASAI3 R$ 15,63 1.69
  • AZUL4 R$ 22,14 4.14
  • B3SA3 R$ 11,87 1.89
  • BBAS3 R$ 36,22 2.26
  • AALR3 R$ 19,61 -0.71
  • AAPL34 R$ 73,16 -0.54
  • ABCB4 R$ 16,90 2.55
  • ABEV3 R$ 14,81 0.82
  • AERI3 R$ 4,00 -8.68
  • AESB3 R$ 10,86 1.21
  • AGRO3 R$ 31,68 0.22
  • ALPA4 R$ 21,18 -2.35
  • ALSO3 R$ 20,03 0.81
  • ALUP11 R$ 26,44 0.95
  • AMAR3 R$ 2,42 1.68
  • AMBP3 R$ 30,38 2.53
  • AMER3 R$ 23,37 -1.23
  • AMZO34 R$ 70,65 -1.23
  • ANIM3 R$ 5,77 3.96
  • ARZZ3 R$ 82,62 -0.18
  • ASAI3 R$ 15,63 1.69
  • AZUL4 R$ 22,14 4.14
  • B3SA3 R$ 11,87 1.89
  • BBAS3 R$ 36,22 2.26
Abra sua conta no BTG

General Electric sairá do Dow Jones após mais de um século no índice

Companhia já liderou o cenário corporativo norte-americano e enfrenta dificuldades para seguir como uma potência industrial
Queda: a ação da GE acumula queda de quase 80% em relação ao pico atingido na década dos anos 2000 (Reprodução/General Eletric)
Queda: a ação da GE acumula queda de quase 80% em relação ao pico atingido na década dos anos 2000 (Reprodução/General Eletric)
Por ReutersPublicado em 20/06/2018 10:28 | Última atualização em 20/06/2018 10:28Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A General Electric perdeu o lugar que ocupava no índice Dow Jones há mais de um século, em mais um revés para a companhia que já liderou o cenário corporativo norte-americano e que enfrenta dificuldades para seguir como uma potência industrial.

A S&P Dow Jones Índices afirmou que a ação da GE, um membro original do Dow quando foi formado por Charles Dow em 1896 e integrante contínuo desde 1907, será substituída pelo papel da rede de farmácias Walgreens Boots Alliance a partir do pregão de 26 de junho.

Uma década e meia atrás a GE era a companhia listada em bolsa mais valiosa do mundo. Mas a companhia enfrentou dificuldades em uma série de importantes setores nos últimos anos e um ingresso no mercado de serviços financeiros arrastou o conglomerado industrial para o centro da crise financeira internacional de 2008.

A GE hoje é a sexta menor integrante do Dow Jones em valor de mercado e tem o menor preço de ação do índice, o que torna o papel um componente menos influente do indicador.

Enfrentando resultados fracos e pedidos para se dividir em mais empresas, a companhia criada há 126 anos está cortando custos, vendendo ativos e tentando fortalecer seu balanço sob uma nova gestão.

A ação da GE acumula queda de quase 80 por cento em relação ao pico atingido na década dos anos 2000. No mês passado, o presidente-executivo, John Flannery, alertou que a GE pode não conseguir pagar dividendos em 2019.

"Ela foi em um momento talvez uma das quintessências das companhias norte-americanas e como outras que saíram do Dow, é um reflexo de que não está mais iluminada", disse Rick Meckler, sócio na Cherry Lane Investments.

A saída da GE do Dow é um testemunho de várias companhias que acumularam poderio elevado por décadas antes de se tornarem vítimas da evolução da economia. Algumas simplesmente desapareceram, enquanto outras encontraram novas formas de sobreviver. A lista inclui Eastman Kodak, Sears Roebuck, International Paper, Goodyear, Bethlehem Steel, Westinghouse e Chrysler.

Co-fundada pelo inventor Thomas Edison, a GE foi a maior companhia dos EUA em valor de mercado a partir de 1993, sendo superada em alguns momentos pela Microsoft, até que foi alcançada pela Exxon Mobil em 2005.

Com a entrada da Walgreens, o Dow vai refletir melhor a importância dos consumidores e do cuidado com a saúde na economia dos EUA, afirmou a S&P Dow Jones, em comunicado.

Veja Também

Como será a loja do futuro?
Apresentado por ADYEN
Há 3 horas • 5 min de leitura

Como será a loja do futuro?